ESTILO DE VIDA

Cirurgia refrativa: 5 questões sobre o processo a laser

A cirurgia refrativa surgiu com a missão de recuperar os problemas que alteram a visão. Confira 5 questões sobre o tema e tire suas dúvidas!

None
Foto iStock.com/Getty Images

por Redação Alto Astral
Publicado em 16/08/2016 às 20:21
Atualizado às 21:00

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

A cirurgia refrativa surgiu com a missão de recuperar os problemas que alteram a visão e, com isso, melhorar a qualidade deste sentido. O tratamento é indicado para qualquer idade, a partir dos 18 anos. Após os 40 anos soma-se ao grau de longe o grau de perto (presbiopia ou vista cansada) e deve-se considerar a possibilidade do uso de óculos para leitura ou trabalhos de perto. Para tirar as dúvidas sobre o procedimento, batemos um papo com o oftalmologista Marcelo Vilar. Confira!

mulher fazendo procedimento oftalmológico

Foto Shutterstock.com

1. Todos podem fazer cirurgia refrativa a laser?

Em primeiro lugar o candidato deve estar estimulado a realizar a cirurgia com expectativas reais quanto à eliminação dos seus óculos ou lentes de contato, o que será discutido no decorrer da avaliação pré-operatória. As características físicas do seu olho serão avaliadas para saber se sua córnea permite a aplicação do laser

2. Quando ficar mais velha, a pessoa talvez possa voltar a usar óculos?

Quando chegamos aos 40 anos, o mecanismo do cristalino – que nos ajuda a focalizar as imagens para perto – não funciona tão bem quanto antes, causando a presbiopia (vista cansada). Como resultado, a maioria de nós necessitará de óculos para leitura.

3. A cirurgia à laser tem riscos?

Quando realizada sob condições ideais, apresenta mínimos riscos de complicações em relação aos benefícios que pode proporcionar. Como em todo procedimento cirúrgico, os riscos existem. A complicação mais frequente que pode ocorrer é haver resíduo do grau tratado, ou seja, a hiper ou a hipocorreção. Na maioria das vezes é possível o retratamento dos pequenos graus residuais após alguns meses, caso seja necessário. Enfim, a maioria das complicações que ocorrem pode ser tratada e resolvida e não resulta em interferência na visão.

4. O laser trata miopia e astigmatismo?

imagem de um olho recebendo laser de cirurgia

Foto iStock.com/Getty Images

O laser permite corrigir graus de miopia, hipermetropia, assim como astigmatismo isolado ou em associação com os anteriores. A amplitude de correção depende dos parâmetros dos exames de cada paciente

5. Quanto tempo após a cirurgia pode-se voltar às atividades normais?

Pacientes sentem-se aptos a exercer atividades normais no dia seguinte à cirurgia na grande maioria dos casos. Os primeiros 2 a 3 dias após a cirurgia são os que necessitam mais atenção. Pode-se assistir à televisão, ler e usar computador até no mesmo dia da cirurgia. Atividades físicas sem contato, por exemplo, academias, podem ser iniciadas no dia seguinte à cirurgia.

Saiba mais:

Chegou aos 40? Dê atenção especial aos olhos!

Glaucoma: saiba o que é esta doença e como diagnosticar! 

Reflexologia e iridologia: saiba mais sobre as técnicas

Texto Rose Araújo | Consultoria Marcelo Vilar, oftalmologista