ESTILO DE VIDA

Ciência: novos estudos pretendem acabar com as injeções de insulina

Os pacientes que convivem com a diabetes tipo 1 estão acostumados com as injeções de insulina, mas um estudo realizado em 2016 traz esperança no tratamento

None
FOTO: IStock/Getty Images

por Redação Alto Astral
Publicado em 19/08/2016 às 17:42
Atualizado às 18:13

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

Os pacientes que convivem com a diabetes tipo 1 estão acostumados com as frequentes injeções de insulina, mas um estudo realizado em janeiro de 2016 por uma equipe de pesquisadores do Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT) e do Instituto de Células-Tronco da Universidade de Harvard (ambas nos EUA) apresentou uma esperança no tratamento da doença.

seringa injeções agulha insulina

FOTO: IStock/Getty Images

A pesquisa mostrou que o organismo é capaz de reverter a diabetes por pelo menos seis meses quando se implantam células produtoras de insulina, desenvolvidas em laboratório a partir de células-tronco. O teste foi realizado em ratos de laboratório geneticamente alterados para portar a diabetes tipo 1. Após receberem o implante de células artificiais, as cobaias conseguiram produzir a substância sem o uso de injeções durante 174 dias.

SAIBA MAIS

Pré-diabetes deve ser tratado para garantir bem-estar

Medicamentos podem induzir a diabetes. Entenda!

Saiba quais são os 5 sintomas mais comuns do diabetes

Texto: Ana Beatriz Garcia Edição: Angelo Matilha Cherubini