ESTILO DE VIDA

Chocolate é indicado em quadros ansiosos. Veja outros alimentos recomendados

Além do chocolate, pimenta, frutas cítricas e oleaginosas, como as nozes e a castanha-do-pará, são indicadas em casos ansiosos.

None
FOTO: iStock.com/Getty Images

por Redação Alto Astral
Publicado em 13/09/2016 às 19:47
Atualizado às 20:57

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

Que uma alimentação saudável é essencial para o bom funcionamento do organismo, disso não há dúvida. Entretanto, se você acha que ser saudável é sinônimo de só comer coisas sem graças, saiba que está equivocada. No caso da síndrome do pânico, algumas gostosuras, como chocolate, nozes e frutas, são indicadas para quem quer evitar crise. Veja quais alimentos (deliciosos!) são sugeridos em quadros ansiosos:

Chocolate

Você sabia que chocolate é indicado em quadros ansiosos? Veja outros alimentos

FOTO: iStock.com/Getty Images

Aqui vale uma ressalva: os tipos mais recomendados são aqueles com 70% de teor de cacau. Isso porque estão presentes em maior quantidade substâncias importantes, como a tirosina (que estimula a produção de serotonina), além de minerais importantes como cobre, manganês e magnésio. “Eles disparam a produção de endorfina e dopamina, neurotransmissores responsáveis pelo relaxamento”, explica a nutricionista Andrea Marim.

Frutas oleaginosas

Nozes, castanhas, amêndoas e, principalmente, a castanha-do-pará são ricas em selênio, um antioxidante essencial para o organismo, já que auxilia na diminuição do estresse.

Laranja, maracujá e jabuticaba

São três exemplos de frutas ricas em vitamina C, que ajudam a prevenir o cansaço, combatem o estresse e dão aquele reforço no sistema imunológico. A jabuticaba também é rica em vitaminas do complexo B.

Aveia

Esse cereal contém altas doses de triptofano, um aminoácido que auxilia o organismo a liberar a serotonina, neurotransmissor que atua no cérebro, regulando o humor (o triptofano também está presente em grande quantidade no leite e em sementes de abóbora e girassol). A aveia também apresenta níveis consideráveis de selênio, nutriente importante na produção de energia.

Pimenta

A capsaicina é a substância presente na pimenta que gera a sensação de ardência tão característica. Ela também faz com que o nosso cérebro produza mais endorfina, o neurotransmissor responsável pela sensação de euforia. As mais recomendadas, nesse caso, são a pimenta-de-cheiro, a vermelha e a malagueta.

Veja mais:

Síndrome do pânico: veja quais alimentos não devem ser consumidos

Meditação e ioga são alternativas contra a síndrome do pânico

Síndrome do pânico: tratamento visa o equilíbrio químico do organismo

Consultorias: Andréa Marim, nutricionista da Clínica Michele Haikal; Fernanda Martins, nutricionista.

Texto: Thiago Koguchi – Edição: Augusto Biason/Colaborador