ESTILO DE VIDA

Chocolate amargo ajuda a proteger o coração e manter o bom humor

Se consumido com moderação, o chocolate amargo defende o coração, fornece energia, melhora o humor e inibe a oxidação de gorduras no sangue

None
Foto: Andre Fontes

por Redação Alto Astral
Publicado em 25/01/2017 às 13:27
Atualizado às 13:15

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

Há quem não fique um dia sem comer pelo menos um pedacinho de chocolate. E muita gente recorre ao doce para aliviar momentos de ansiedade e nervosismo. Afinal, contém triptofano, um aminoácido que participa da produção de serotonina, neurotransmissor responsável pelas sensações de bem-estar, prazer e relaxamento. Mas as propriedades antioxidantes do alimento vêm mesmo é da sua matéria-prima, o cacau.  Por isso, o tipo ideal a ser consumido para beneficiar a saúde é o chocolate amargo, produzido com maior porcentagem de cacau. “Não contém leite e tem quantidade menor de açúcar”, acrescenta a nutricionista Lilian Speziali.

chocolate amargo

Foto: Andre Fontes

Benefícios do chocolate amargo

Para o coração

Consumir até 30g de chocolate amargo duas vezes por semana pode reduzir o risco de doenças cardiovasculares e não interfere no aumento de peso. Foi o que mostrou uma pesquisa publicada em revista científica da Sociedade Americana do Coração. O estudo foi feito com cerca de 32 mil mulheres de 48 a 83 anos e indica redução de até 33% no risco de desenvolver problemas cardíacos com a ingestão de chocolate amargo.

Porém, os pesquisadores ressaltam a importância da moderação. Como o cacau é o responsável pelos benefícios ao coração, quanto maior a porcentagem da fruta no chocolate, mais vantajoso ele será. O tipo amargo pode conter até 75% de cacau, enquanto o ao leite possui em média 30%.

Assim como o chá verde, o cacau possui catequina, um polifenol que inibe a oxidação de gorduras no sangue, reduzindo a formação de placas nas artérias. Assim, o sangue circula livremente e o coração fica protegido de infartos. A catequina também eleva a produção de óxido nítrico no organismo, um tipo de gás que relaxa os músculos dos vasos sanguíneos, favorecendo a circulação e reduzindo a pressão arterial.

Mais energia

Comer um ou dois quadradinhos de chocolate no intervalo do trabalho ou dos estudos pode favorecer a concentração e melhorar a disposição. Isso porque o alimento possui duas substâncias estimulantes: a cafeína e a teobromina.

Consultoria: Lilian Speziali, nutricionista

Texto: Redação Alto Astral

LEIA TAMBÉM: