ESTILO DE VIDA

O que fazer quando o celular atrapalha o relacionamento amoroso

O que fazer quando o celular atrapalha o relacionamento amoroso? Veja dicas para ter uma relação mais saudável e longe do vício dos smartphones

None
Foto: Istock

por Redação Alto Astral
Publicado em 24/03/2017 às 16:08
Atualizado às 14:04

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

A internet mudou as relações sociais, isso é fato. Hoje, com diversas funcionalidades na palma da mão, muitas vezes, deixamos de interagir na vida real para darmos atenção à assuntos virtuais. Apesar desse ambiente on-line ser divertido, ele pode afetar a relação do casal, criando conflitos e ciúme desnecessários. A psicóloga Ana Paula Magosso Cavaggioni aconselha quais atitudes devem ser tomadas quando seu parceiro prefere estar no celular do que ao seu lado!

casal brigando com celular

Foto: Istock

Conversa franca

“O vício em redes sociais e jogos prejudica a relação do casal. Porém, ficar cobrando e acusando, muitas vezes, só agrava a situação”, explica Ana Paula, que sugere uma conversa franca para colocar a situação às claras: “é necessário mostrar a ele como a esposa e os filhos sentem falta de sua companhia, enfatizando que ficar muito tempo on-line não é saudável”.

Posso pegar o celular dele?

“É importante manter certa individualidade em qualquer relação. Há coisas que são do casal, da família e outras são referentes à individualidade da pessoa. Cada casal e cada família tem uma forma de funcionamento Há aquelas que compartilham a maioria das coisas, mesmo as individuais, e outras em que isso não acontece. Porém, é importante que a dinâmica do casal e da família seja confortável para todos os envolvidos. Então, a questão não é se deve pegar ou não pegar o celular para ver se há alguma errada, mas refletir sobre a confiança. O marido não é um filho que deve ser monitorado. Para uma relação saudável é importante que haja confiança”, enfatiza.

Se precisar, desligue!

Se você já teve uma conversa franca com o parceiro e, mesmo assim, nada mudou, é hora de tomar outras atitudes. “Desligar o aparelho pode ser uma das estratégias encontrada pelo cônjuge viciado em celular para não se render ao vício e poder vivenciar outros momentos agradáveis em família”, sugere. Para casos mais graves, é aconselhável um profissional para ajudar o casal a resgatar os laços na vida real.

casal de costas um para o outro com celular na mão

Foto: Istock/Getty Images

Além do parceiro, você também precisa se atentar em como se relaciona com o ambiente virtual. Veja algumas dicas!

1. Fique atenta ao tempo total destinado a eletrônicos para não prejudicar a saúde.
2. Dê prioridade para a relação ao vivo.
3. Desligue o celular ou deixe no silencioso quando estiver com o parceiro.
4. Escolham utilizar o aparelho no mesmo horário para passarem o restante do tempo juntos.
5. Reserve um tempo para fazer algo fora da rotina (e sem celular!).
6. Converse às claras e abertamente sobre o assunto com o companheiro.

Texto: Daniela Andrioli

LEIA TAMBÉM