ESTILO DE VIDA

Saúde dos olhos: descubra como a catarata afeta a visão

Uma doença que surge com o envelhecimento é a catarata, que pode causar a sensação de névoa nos olhos e progredir para a cegueira, se não tratada.

None
FOTO: Shutterstock

por Redação Alto Astral
Publicado em 31/08/2016 às 17:38
Atualizado às 20:59

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

“A catarata é a opacificação do cristalino, que é a lente dos nossos olhos”, define a oftalmologista Franciele Vegini. O cristalino é responsável por focar a visão para longe e para perto. Ele é transparente e permite que os raios de luz o atravessem para formar a imagem na retina. Se ele fica opaco, é sinal de problema.

A catarata costuma afetar pessoas idosas, mas pode ocorrer em jovens

FOTO: Shutterstock

Causas

A principal causa da catarata é o envelhecimento, segundo a especialista. Diabetes, trauma ocular, algumas medicações (como cortisona) e inflamações intraoculares também podem desencadear o problema. A catarata também pode ser congênita, ou seja, há crianças que já nascem com a doença, devido a problemas na gestação, por infecções intrauterinas (doenças como sífilis), ou à genética. Geralmente ela não é percebida logo após o nascimento.

SAIBA MAIS:

Descubra os cuidados que você deve ter com a conjuntivite

Daltonismo: conheça a doença que causa confusão ao enxergar cores

Glaucoma não tratado pode levar à cegueira

Por isso, deve-se fazer um exame ocular precoce. Não há formas comprovadas de prevenir a catarata relacionada à idade avançada, porém sabe-se que o tabagismo, a ingestão excessiva de álcool e o uso indiscriminado de medicamentos, como colírios, aceleram o aparecimento do problema.

Como diagnosticar

A pessoa com catarata geralmente só percebe o problema quando começa a enxergar os objetos embaçados. “O problema pode causar embaçamento visual tanto para perto quanto para longe, interferindo nas atividades do dia a dia do paciente; torna a percepção das cores alteradas, com os objetos parecendo mais amarelados. A visão noturna muitas vezes é a mais prejudicada”, afirma a oftalmologista.

O diagnóstico é feito pelo médico oftalmologista, que verificará lesões no cristalino. Portanto, assim que houver percepções de alterações visuais, é importante procurar um médico, pois a catarata pode evoluir e causar perda progressiva da visão.

Texto Isa Naomi/Colaboradora

Consultoria Franciele Vegini, oftalmologista