ESTILO DE VIDA

Carreira x amor: como resolver esse dilema?

Você recebeu uma proposta de emprego em outra cidade, mas tem um reclacionamento e não sabe o que escolher? Saiba como agir nessa situação!

None
FOTO: João Miguel Junior/ Globo

por Redação Alto Astral
Publicado em 22/09/2016 às 12:48
Atualizado às 15:01

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

É comum as pessoas receberem propostas de emprego em outra cidade diferente da que moram (ou até em outro país). Mas e se você está namorando e o outro não pode se mudar também, o que fazer? Foi o que aconteceu com Tancinha (Mariana Ximenes) e Apolo (Malvino Salvador) numa fase recente da novela Haja Coração. O rapaz teve a chance de mudar de país e realizar o sonho de ser piloto, mas, após lidar dias com a dúvida, abandonou tudo para continuar com a amada. O psicólogo e consultor em relacionamentos, Alexandre Bez, ajuda você a tomar a decisão certa nesses casos!

Apolo (Malvino Salvador) e Tancinha (Mariana Ximenes)

FOTO: João Miguel Junior/ Globo

É pessoal

“Antes de julgar, sempre é importante haver a compreensão de que, para cada pessoa, há uma ‘prioridade pessoal’ a ser seguida, sendo que esta irá determinar a ação isolada de cada um. A necessidade em analisar o tipo da paixão, como também a importância do trabalho, se faz duplamente fundamental, pois a confusão provocada pela paixão pode facilmente vencer as responsabilidades profissionais”, explica Bez.

Oportunidade perdida

No entanto, quando ocorre um caso como este, é necessário ter a percepção de que certas oportunidades serão perdidas ou ainda entendidas como um descaso do contratado. Mas, segundo Bez, a resposta sobre trabalho ou amor cabe a cada pessoa. “A melhor dica seria controlar a ansiedade e tentar equilibrar o lado sentimental com o profissional”, explica Bez.

Dá para conciliar?

Se o amor é grande tanto pelo parceiro como pela profissão, uma ideia é manter um relacionamento a distância. Para Bez, desde que a pessoa não tenha uma personalidade já definida como workaholic (viciado em trabalho) e também queira estar dentro de uma relação, uma boa conversa é a melhor indicação para resolver esse impasse. O psicólogo dá algumas dicas importantes para quem decidir por esse tipo de namoro:

mantenha o contato sempre com o parceiro, porque assim você mostra que se importa o suficiente para investir tempo e esforço no relacionamento;

encontrem-se pessoalmente em todas as oportunidades que estiverem disponíveis;

dê apoio, mesmo a distância;

tenha confiança, pois é a base de todas as relações;

façam coisas juntos mesmo estando separados, já que internet dá essa possibilidade;

• mande presentes ou faça surpresas, pois isso mantém a chama do amor acesa.

LEIA MAIS: