ESTILO DE VIDA

Cardápio balanceado

Para emagrecer é importante um cardápio balanceado. Não é excluindo um alimento ou outro, que você vai alcançar seus objetivos de forma saudável!

None
Foto Istock.com/Getty images

por Redação Alto Astral
Publicado em 01/12/2016 às 09:51
Atualizado às 20:54

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

Se a gordurinha sobrando na cintura incomoda e você decide perder peso cuidando do que se leva ao prato, precisa entender que não é um alimento ou outro que ajudará na meta de ter a cintura fina, mas sim uma alimentação equilibrada. “Para que a eliminação da gordura acumulada ocorra de forma natural, é fundamental assegurar para o cérebro que está tudo bem com a alimentação e que os diversos nutrientes encontrados nos alimentos estejam presentes no dia a dia”, esclarece a nutricionista Luana Vasconcelos.

pessoa se pesando numa balança

Foto Istock.com/Getty images

Fracione

A perda de peso está diretamente ligada ao número de vezes em que se come diariamente. Isso mesmo! Mais vale comer várias porções de pratos saudáveis do que dois super calóricos. O indicado é se alimentar de três em três horas. Grandes intervalos entre as refeições deixam o metabolismo lento, o que prejudica a absorção dos carboidratos, que serão depositados na forma de gordura. Assim, o ideal é fazer pequenos lanches entre as principais refeições – café da manhã, almoço e jantar.

Água todo dia

Além de hidratar o organismo, a água também desempenha um papel fundamental no metabolismo: ajudar no transporte dos nutrientes dos alimentos. Assim, para que a alimentação exerça todos os benefícios à saúde, é preciso adicionar o consumo regular e abundante de água na rotina. “Ela é essencial à vida, contribui e participa de muitas funções no organismo. Sua ingestão diária é crucial para a saúde”, destaca a nutricionista Gabriela Marcelino.

Leia também:

Trocas espertas

Muito do que se leva à mesa pode ser substituído por versões mais saudáveis. É o caso da carne: a de peixe é mais magra e nutritiva que a vermelha. O pãozinho também entra na mudança e fornece mais nutrientes na versão integral. Algumas frituras, como batata frita e filé a milanesa, ficam mais leves sem perder a crocância se forem assados. Outra dica é o leite, uma vez que o desnatado conserva o cálcio e dispensa a gordura do integral, que não ajuda em nada a afinar a cintura!

Maneire no sal

Ele está presente em quase todas as refeições, porém, pode trazer problemas graves de saúde. O sódio presente no sal, quando consumido em excesso, colabora para o surgimento de doenças crônicas, como a hipertensão, além de afetar o bom funcionamento do organismo, gerando inchaços, por exemplo. A Organização Mundial da Saúde (OMS) indica menos de 5g do tempero por dia – o que equivale a menos de 1 colher (chá) rasa.

Consultoria: Gabriela Marcelino, nutricionista; Luana Vasconcelos, nutricionista