Câncer de pâncreas: saiba quais são os sintomas e como ele aparece

Conheça quais são os principais sintomas do câncer de pâncreas e quais hábitos devem ser adotados para evitar o aparecimento da doença.

None
A prevenção e a conscientização ainda são as melhores maneiras de se evitar os casos de câncer. FOTO: Shutterstock.com

por Redação Alto Astral
Publicado em 24/05/2017 às 09:00
Atualizado às 09:00

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

Por mais que possa parecer assustador e angustiante pensar na ameaça que o câncer representa para a saúde das pessoas, é fundamental conhecê-lo a fundo para tornar possível a prevenção e, em especial, o diagnóstico precoce, importante para aumentar as possibilidades de cura e controle da doença. “Vale ressaltar que os métodos de tratamento e as taxas de cura melhoraram muito nos últimos anos, especialmente nas fases mais precoces da doença”, explica o oncologista Luiz Flávio Coutinho. Saiba quais são os principais sintomas do câncer de pâncreas e entenda melhor a doença!

Afinal,  o que é câncer?

Câncer é a proliferação descontrolada de células anormais do organismo. As células normais do corpo vivem, se dividem e morrem de forma controlada. As células cancerosas são diferentes, não obedecem a esses controles e se dividem sem parar. Além disso, não morrem como as células normais e continuam a se proliferar e a produzir mais células anormais. Vale lembrar que nem todos os tumores são cancerosos. Os chamados tumores benignos não têm a capacidade de se espalhar para outras partes do corpo, mas merecem atenção e podem exigir tratamento, dependendo do local onde aparecem.

O tipo mais comum de câncer de pâncreas é também o mais perigoso. FOTO: Shutterstock.com

Câncer de Pâncreas

O pâncreas é responsável não só pela produção de suco gástrico, utilizado na digestão, como também é responsável pela produção de hormônios, como a insulina. O tipo mais comum e também o mais agressivo da doença é o carcinoma ductal, que aparece perto dos dutos pancreáticos. A agressividade da doença vem da sua habitual metástase – migração e disseminação das células cancerosas para o resto do corpo pelo sistema linfático e também pela corrente sanguínea.

Principais sintomas e fatores de risco

Sintomas

  • Perda de peso
  • Dor na parte superior do abdome
  • Perda de apetite
  • Desnutrição
  • Icterícia (pele e olhos amarelados).

Fatores de risco

  • Tabagismo
  • Pancreatite crônica
  • Alcoolismo
  • Pessoas com mais de 50 anos de idade

O diagnóstico deve ser feito por um profissional especializado, que irá analisar o sintomas e realizar exames para comprovar a existência da doença. FOTO: Shutterstock.com

Prevenção

Esse tipo de câncer está relacionado aos hábitos de vida dos pacientes e pode aparecer mesmo em pessoas sem histórico de tabagismo e ingestão alcoólica. Por isso, a melhor maneira de evitá-lo é com hábitos de vida saudáveis, sem o consumo de tabaco e álcool e com uma alimentação balanceada. Exames normalmente não são realizados em pacientes que não apresentam os sintomas.

Tratamento

Tudo irá depender do tipo do tumor, da sua localização e de sua fase de desenvolvimento. A cirurgia normalmente é realizada nas fases iniciais da doença, porém o tratamento complementar com quimioterapia e radioterapia pode ser necessário. Recentemente, o apresentador de televisão Marcelo Rezende afirmou em uma entrevista que está lutando contra tumores no pâncreas e no fígado e destacou a importância de se manter confiante: “Eu estou me lixando para a doença. Quem se importa com doença é médico e hospital. E eu sei que vou sair dessa”.

Texto: Edgard Vicentini/Colaborador | Consultoria: Luiz Flávio Coutinho, oncologista

LEIA TAMBÉM:

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

Ao assinar nossa newsletter, você concorda com os termos de uso do site.