Quais alimentos podem causar câncer se ingeridos com frequência?

Saiba quais alimentos aumentam o risco de câncer caso ingeridos com muita frequência. Aposte em opções mais saudáveis para reduzir o consumo!

None
Foto: Shutterstock

por Redação Alto Astral
Publicado em 05/12/2016 às 12:20
Atualizado às 12:53

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

Ter uma alimentação equilibrada, com variedade de nutrientes e alimentos saudáveis, pode auxiliar naprevenção do câncer. “Já está comprovado que a alimentação saudável e balanceada pode prevenir câncer de pulmão e do trato grastrointestinal (boca, esôfago, estômago, intestino, cólon e reto), além de reduzir os riscos de incidência do câncer de mama, próstata, bexiga, pâncreas, fígado, rim e tireoide”, explica a docente do curso de nutrição da Anhanguera-Uniderp na disciplina de Patologia aplicada à Nutrição Saskia de Senna Borbosa.

Contudo, o contrário também pode ocorrer, isto é, o consumo de determinados ingredientes é capaz de favorecer o surgimento ou o desenvolvimento dos tumores. “Alguns tipos de câncer estão diretamente relacionados com os hábitos alimentares que a pessoa possui ao longo da vida”, esclarece a nutricionista Helena Thomopoulos Moss. Conheça mais sobre o assunto nas próximas linhas!

Câncer alimentos alimentação

Foto: Shutterstock

Churrasco

Para os amantes desse tipo de comida, existe uma notícia ruim: na fumaça do carvão há dois componentes cancerígenos, o alcatrão e o hidrocarboneto policíclico aromático. O grande problema ocorre porque eles impregnam o alimento que é preparado na churrasqueira e possuem fatores mutagênicos que levam ao aparecimento de tumores.

Carnes processadas

Os representantes desse tipo de alimento são alguns dos possíveis causadores de câncer. Isso porque salsicha, bacon e linguiça são ricos nas substâncias nitrito e nitrato, as quais, em contato com o estômago, transformam-se em nitrosaminas, outro tipo de substância que é considerada mutagênica, capaz de promover mutação do material genético.

garrafa-refrigerante-bebida-cancer

Foto: Reprodução

Refrigerantes

Além de contribuírem com o ganho de peso, justamente por conterem alta quantidade de calorias, essas bebidas também podem facilitar que os tumores se desenvolvam. Isso acontece porque, além do refrigerante possuir muito sal em forma de sódio, apresenta adoçantes associados ao aparecimento de câncer. O ciclamato de sódio, por exemplo, é proibido nos Estados Unidos, mas ainda é usado no Brasil, principalmente em refrigerantes “zero”.

Ricos em gordura

Carnes vermelhas gordas e outros tipos de ingredientes que apresentam índice elevado de gordura devem ser evitadas em excesso. Ao consumir comida muito gordurosa (que é densamente calórica), a obesidade pode vir como consequência, a qual é fator de risco para câncer de pâncreas, vesícula biliar, esôfago, mama e rins.

Outros perigos

Além dos alimentos já descritos, outros ingredientes também representam uma ameaça à saúde. Aqueles que são conservados no sal (charque, bacalhau) ou os ricos em sódio (enlatados em geral) também estão relacionados com o aparecimento de câncer, principalmente no estômago. “Assim como acontece com os alimentos industrializados conservados com nitritos e nitratos (enlatados e embutidos como salsichas) ou defumados, que na fumaça utilizada nesse processo contém substâncias potencialmente cancerígenas”, esclarece Saskia.

Texto: Larissa Tomazini

Consultoria: Helena Thomopoulos Moss, nutricionista; Saskia de Senna Borbosa, docente do curso de nutrição da Anhanguera-Uniderp na disciplina de Patologia aplicada à Nutrição

LEIA TAMBÉM:

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

Ao assinar nossa newsletter, você concorda com os termos de uso do site.