Campanha “Não é Não”: mulheres fazem tatuagens temporárias no Carnaval

A campanha Não é Não é um movimento liderado por mulheres contra o assédio durante festas, como o Carnaval. Quem participa faz a tatuagem que dá nome

None
Foto: Reprodução/Instagram

por Redação Alto Astral
Publicado em 05/02/2018 às 12:07
Atualizado às 11:41

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

O coletivo contra assédio que promove a campanha Não é Nãojá está marcando presença nos bloquinhos. O Carnaval ainda não chegou, mas muita gente já está caindo na folia nas ruas. Para as mulheres, a festa pode acabar sendo um momento complicado e constrangedor, caso aconteça episódios de desrespeito moral e até sexual.

Foi nesse contexto, que a campanha Não é Não foi criada.  “Lutamos para que todas as mulheres possam andar nas ruas, nos blocos, nas festas, nas faculdades, em casa ou no trabalho, como bem entenderem”, disseram em sua página no Facebook.

A proposta das tatuagens temporárias está sendo repetida esse ano depois do sucesso em 2017, no Rio de Janeiro, quando distribuíram quatro mil tatuagens. Esse ano o objetivo é aumentar a produção e estar presente em outros estados, como São Paulo, Minas Gerais, Bahia e Pernambuco. Para participar e contribuir financeiramente do projeto é só entrar no site do Não é Não.

Veja mais da campanha Não é Não: 

LEIA MAIS: