Café da manhã garante energia e controla a fome

O café da manhã é a primeira refeição do dia, ou seja, é essencial para fornecer energia para o resto do dia e contribui com a sensação de saciedade.

None
Foto Shutterstock Images

por Redação Alto Astral
Publicado em 18/07/2016 às 19:42
Atualizado às 21:02

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

Mesmo em repouso, o organismo gasta energia. Durante as oito horas de sono, nenhum líquido ou alimento é ingerido, o que significa que o café da manhã é responsável por repor todos os nutrientes. Além disso, serve de combustível para encarar algumas horas de trabalho, estudo ou até de exercícios físicos.

“Diversos estudos mostram que pular o café da manhã está relacionado ao menor rendimento nas atividades físicas e mentais. Além disso, o café da manhã estimula o metabolismo e auxilia no controle do peso”, diz a nutricionista Cristina Diestel.

O café da manhã é ideal para dar energia ao longo do dia

Foto Shutterstock Images

Boas escolhas para o café da manhã

Não é só porque o café da manhã traz benefícios que é permitido comer o que quiser e o quanto quiser. Pães à base de farinha branca, queijos com excesso de gordura, bolos, biscoitos e cereais ricos em açúcar devem ser evitados. Esses alimentos elevam rapidamente a glicemia, além de favorecer o ganho de peso.

O ideal é optar pela versão integral de alimentos como pães e cereais, que além de oferecer o carboidrato, contribui com fibras, dando mais saciedade.

SAIBA MAIS:

Acerte no desjejum das crianças

Alimentação saudável para prevenir câncer

Aprenda uma receita de salada de frutas

Outra dica para um café da manhã saudável é incluir proteínas. Uma pesquisa publicada no periódico International Journal of Obesity mostrou que quem ingeriu uma refeição rica em proteínas reduziu o consumo de calorias durante o restante do dia, além de apresentar nível de glicose mais estável.

Isso porque a proteína tem um poder de saciedade maior. Pode apostar em proteínas lácteas como leite desnatado e queijo branco, e opções mais magras como mussarela de búfala e cottage. Ovos também têm uma boa quantidade de proteínas e fornecem ferro ao organismo.

Consultoria: Cristina Diestel, nutricionista

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

Ao assinar nossa newsletter, você concorda com os termos de uso do site.