Cães podem sofrer convulsões! Saiba como isso ocorrem e o tratamento indicado

Caso seu cão sofra com convulsões, isso pode ser devido a fatores emocionais ou doenças como epilepsia. Porém, existem tratamentos que controlam os ataques.

None
Assim como os seres humanos, os cães também podem sofrer convulsões (FOTO: Shutterstock Images)

por Redação Alto Astral
Publicado em 09/06/2017 às 16:31
Atualizado às 13:40

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

Assim como os seres humanos, os cães também podem sofrer com convulsões. “As convulsões são descargas elétricas que acometem os animais por uma série de fatores. O mais comum é a epilepsia, doença de caráter crônico (não tem cura, apenas controle) e congênito (já nasce com a doença, embora muitos animais apresentem as primeiras convulsões na fase adulta)”, explica o médico veterinário Marcos Eduardo Fernandes.

O controle da doença é feito com medicamentos que têm a função de controlar a frequência e a intensidade das crises. Por isso, é possível que, sem a dose adequada, seu cachorro continue, mesmo medicado, apresentando crises convulsivas. No entanto, com drogas e doses corretas, espera-se uma diminuição desse quadro. Caso isso não ocorra, é muito provável que algo de errado esteja acontecendo, como outras doenças envolvidas.

Também é muito importante lembrar que fatores emocionais estão diretamente relacionados com a frequência das crises.

LEIA TAMBÉM

Consultoria: Marcos Eduardo Fernandes, médico veterinário homeopata, psicanalista e mestre em saúde pública pela USP.

Texto: Redação Alto Astral

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

Ao assinar nossa newsletter, você concorda com os termos de uso do site.