Você sabia que a berinjela atua contra o diabetes? Saiba como!

Por ser fonte de fibras solúveis, o legume é um grande aliado do organismo. Veja por que a berinjela atua contra o diabetes e aposte nela!

None
Por ser fonte de fibras, a berinjela é uma ótima aliada de quem sofre com os altos níveis de diabetes. FOTO: Shutterstock.com

por Redação Alto Astral
Publicado em 09/08/2017 às 09:00
Atualizado às 12:41

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

Ter uma alimentação equilibrada, rica nos mais diversos nutrientes, é essencial para afastar doenças e frear as que já estão instaladas. Com o diabetes não é diferente. Caracterizada por uma falha na produção de insulina ou da resistência a essa substância pelo organismo, a doença acaba gerando um acúmulo de açúcar no sangue – hiperglicemia – , o que acarreta diversos problemas. A insulina é um hormônio produzido pelo pâncreas e tem a função de levar a glicose para dentro das células, onde vai ser convertida em energia. Mas você sabia que alguns alimentos têm o poder de auxiliar o organismo a controlar esses níveis? Saiba como a berinjela atua contra o diabetes e aposte nesse legume!

Como acontece?

O diabetes é uma síndrome metabólica que não apresenta somente uma causa. Porém, os principais fatores de risco são a genética, o sedentarismo e a obesidade. “A alimentação saudável controla as taxas glicêmicas, evita picos de insulina e ajuda no controle do peso, melhorando a qualidade de vida do diabético. Além de dar energia e disposição, evita diversas outras doenças associadas a essa patologia”, afirma a nutricionista Flávia Ramos.

Auxílio das fibras

A principal ajuda que os vegetais dão à saúde dos diabéticos é a grande quantidade de fibras presente nesses alimentos. “As fibras solúveis são as que mais favorecem quem sofre de diabetes. Ao entrar em contato com a água, elas criam uma ‘capa’ em torno da comida e dificultam a absorção de açúcar”, explica o nutrólogo Maximo Asinelli. Berinjela, feijão, aveia, frutas consumidas com casca, como a maçã, são exemplos de alimentos com grande quantidade de fibras em suas composições. Os vegetais folhosos, como alface, rúcula e espinafre contêm ainda nutrientes moduladores da resposta glicose-insulina.


A melhor maneira de o organismo absorver as fibras, assim como os outros nutrientes, é consumindo os vegetais frescos e crus, quando possível. O ideal é que frutas, legumes e vegetais ocupem metade do prato em cada refeição, enquanto carboidratos e proteínas ficam com a outra parte


Fique de olho

Estudos recentes mostram que apenas 24% dos diabéticos no Brasil estão com a doença controlada. Apesar de uma alimentação equilibrada ser fundamental para o controle do diabetes, é importante aliá-la a um acompanhamento médico contínuo. Somente o especialista pode indicar a melhor forma de controle da doença para cada indivíduo.

Texto: Redação Alto Astral | Consultoria: Flávia Ramos, nutricionista; Maximo Asinelli, nutrólogo.

LEIA TAMBÉM: