Descubra os benefícios de acrescentar o sabor umami à rotina

Ao lado do doce, do salgado, do azedo e do amargo, o umami compõe a lista dos cinco gostos básicos do paladar humano. Saiba mais sobre ele!

None
FOTO: Shutterstock

por Redação Alto Astral
Publicado em 09/11/2016 às 12:37
Atualizado às 11:57

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

Até alguns anos atrás, muitas pessoas ainda desconheciam a existência do umami. E você, já descobriu o que ele significa? Ao lado do doce, do salgado, do azedo e do amargo, ele compõe a lista dos cinco gostos básicos do paladar humano.

O que nem todos sabem é que esse gosto de nome aparentemente sofisticado está presente em alimentos comuns ao dia a dia e que proporcionam muitos benefícios à saúde, como gerar o aumento da salivação e o prolongamento do sabor, características que interferem diretamente na aceitação alimentar – principalmente de crianças e idosos.

mulher-comendo-pote-branco-talher-prata-frutas

FOTO: Shutterstock

Um pouco de história

Descoberto em 1908 pelo químico e professor Kikunae Ikeda, o gosto umami foi reconhecido pela sociedade científica apenas no início dos anos 2000, quando cientistas da Universidade de Miami (nos Estados Unidos) comprovaram a existência de receptores específicos para esse gosto na língua humana. As principais substâncias que proporcionam o umami são o aminoácido glutamato e os nucleotídeos inosinato e guanilato.

Alimentos umami comuns no dia a dia

*Tomate: muitos vegetais possuem o umami em sua composição, mas o tomate é o embaixador desse gosto. O grau de maturação do alimento influencia diretamente na quantidade de umami presente. Isso ocorre, pois a produção do aminoácido glutamato aumenta com o passar do tempo.

*Queijos: a maioria dos alimentos proteicos possuem o umami, e os queijos não são exceções. Todos os tipos proporcionam o gosto de forma acentuada, principalmente o parmesão. Após ingerir o alimento e o gosto salgado se dissipar, ainda é possível sentir algo na língua e um leve aumento na salivação. 

cogumelos-faca-tabua-toalha-alimento-umami

FOTO: Shutterstock

*Cogumelos: os tipos paris, shimeji, shiitake e champignon, além de serem fonte de vitamina B e zinco, conferem o gosto umami por meio do aminoácido guanilato. No dia a dia, é possível consumi-los crus, grelhados ou aferventados, adicionando-os em risotos, macarronadas, omeletes ou saladas.

*Carnes, frangos e peixes: o aminoácido glutamato está presente na maioria das carnes e frangos. Assim como os queijos, por serem alimentos proteicos, a percepção do umami se torna bem acentuada nesses alimentos. No caso dos peixes, o nucleotídeo inosinato é quem faz esse papel, proporcionando as principais características do gosto.

LEIA TAMBÉM:

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

Ao assinar nossa newsletter, você concorda com os termos de uso do site.