ESTILO DE VIDA

Mindfulness: veja como a técnica pode beneficiar você

Eficiente contra ansiedade e depressão, a prática do mindfulness proporciona diversos benefícios à saúde. Veja como começar a a praticar hoje mesmo!

None
FOTO: iStock.com/Getty Images

por Redação Alto Astral
Publicado em 15/12/2016 às 12:29
Atualizado às 16:02

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

O mestre em bhakti ioga Giridhari Das, afirma que a técnica mindfulnessé uma ferramenta essencial no combate à ansiedade, depressão e crises de pânico. Isso porque a atenção plena permite que se enxergue o momento presente como ele é, sem expectativas que causem aflições. “Você está interpretando a realidade de tal forma que está gerando todos estes sentimentos negativos, culminando em severa depressão, crises de ansiedade e pânico, tristeza, desânimos, falta de propósito, motivação, entre outras coisas”, completa.

mulher meditando cidade mindfulness

FOTO: iStock.com/Getty Images

A prática regular da técnica proporciona muitos benefícios não apenas para a mente, mas também para o corpo físico, já que fortalece o sistema imunológico. “Sua ação antiestresse – elevando os níveis cerebrais de serotonina e reduzindo o cortisol – faz com que a ação de vigilância contra microrganismos indesejados seja mais eficaz”, esclarece o neurologista.

A técnica também é capaz de acelerar a recuperação de pessoas doentes. Um exemplo disso acontece no hospital Columbia Presbyterian Medical Center, nos Estados Unidos, que oferece aos seus pacientes um programa de meditação para o pós-operatório. “Estes pacientes foram capazes de autogerenciar o estresse e a ansiedade que ocorrem depois da cirurgia. O resultado foi a menor necessidade do uso de analgésicos e o menor tempo de permanência no hospital”, explica o neurologista Martin Portner.

Como praticar o mindfulness

Não existe um método fixo para praticar a atenção plena. Mas os especialistas deram cinco dicas para você começar hoje:

1• Sente-se em um lugar confortável, onde se sinta bem: pode ser em casa, numa praça…
2• Concentre-se em qualquer sensação que transmita calma, como o Sol entrando no seu quarto, uma leve brisa soprando, o silêncio ou o foco na sua respiração.
3• Controle sua respiração em um ritmo único, inspirando e expirando o ar dos pulmões com calma.
4• Se um pensamento qualquer “invadir” sua meditação, afaste-o como se removesse poeira com um pincel.
5• Tente repetir o processo todos os dias e no tempo que achar adequado.

LEIA TAMBÉM

Texto e entrevistas: Thiago Koguchi – Edição: Giovane Rocha/Colaborador

Consultorias: Giridhari Das, palestrante empresarial e motivacional, autor e instrutor no campo da autoajuda, autorrealização em ioga e consciência de Krishna; Martin Portner, neurologista, escritor e palestrante, mestre em neurociência pela Universidade de Oxford e especialista em mindfulness