Entenda os benefícios da tapioca e comece a consumir

A tapioca não tem glúten é uma boa fonte de energia e pode ser associada a grãos e recheios proteicos. Saiba mais sobre os seus benefícios

None
Foto: iStock

por Redação Alto Astral
Publicado em 22/11/2016 às 13:35
Atualizado às 12:04

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

Gostosa, prática de preparar, versátil… São muitos os motivos para colocar a tapioca na alimentação. Mas os benefícios dela vão além. Incluída numa rotina de alimentação saudável, ela pode fazer muito bem para sua saúde. Para entender melhor tudo sobre a tapioca, conversamos com a nutricionista e personal diet, Thaís Vilhaça: Veja, a seguir, as orientações da especialista:

tapioca com fundo preto

Foto: iStock

Nutrientes da tapioca

“A tapioca é basicamente composta de carboidratos simples, aqueles que fornecem energia rapidamente ao nosso organismo. O carboidrato é responsável por mais de 80% de sua composição, ela praticamente não possui gorduras e proteínas, sua quantidade de fibras também é irrisória”, exolica Thaís.

Por que ela faz bem?

• Sem glúten: “Pode ser indicada para todos, porém é mais comumente indicada para aqueles que possuem intolerância ao glúten, visto que a tapioca é isenta deste”.

• Fonte de energia: “Também tem sido bastante utilizada no meio esportivo, já que possui uma rápida digestão e absorção, sendo utilizada para aqueles momentos em que estamos precisando de uma fonte de energia mais imediata, como antes da prática de exercícios físicos”.

Sem contraindicações: “Não há contraindicações, ela apenas deve ser consumida com moderação pois é um alimento rico em carboidrato simples, ou seja, seu valor energético acaba sendo alto e isto pode atrapalhar o processo de emagrecimento. Os diabéticos devem saber o momento certo de consumir e como consumir pois assim como o pão branco ela pode causar um pico de insulina não desejado nestes casos”.

Como consumir

“A tapioca vem sendo consumida deliberadamente, no café da manhã, lanches e até jantar. Recomendo sempre o acompanhamento de um nutricionista para que ele saiba encaixar o melhor horário para se consumir. Porém tendo uma alimentação equilibrada, podemos usá-la no café da manhã como substituto do pão ou como um lanche pré-treino, escolhendo de maneira correta os recheios da tapioca, pois isto conta muito”.

Recheios funcionais

“Devemos sempre rechear a tapioca com alguma opção proteica (frango, ovo, atum, queijos magros) ou rica em gorduras (como as castanhas ou pasta de amendoim, por exemplo). Estas duas opções irão causar uma diminuição no índice glicêmico da tapioca, ou seja, ela será digerida e absorvida mais lentamente pelo nosso organismo e isso não causará o pico de insulina que ela causaria se fosse consumida com frutas ou chocolates”.

Para ficar ainda melhor: adicione grãos

“Assim como a proteína e gordura, os grãos contêm fibras capazes de auxiliar tanto a saúde do nosso intestino quanto na medida em que diminuem o índice glicêmico da tapioca, novamente não deixando ocorrer o pico de insulina. Podemos adicionar qualquer grão, como chia, gergelim, linhaça ou amaranto. A aveia pode ser adicionada caso seja sem glúten”. 

LEIA TAMBÉM

Texto: Redação Alto Astral

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

Ao assinar nossa newsletter, você concorda com os termos de uso do site.