ESTILO DE VIDA

Descubra os benefícios de correr na areia

Correr na areia exige mais do corpo e, por isso, com os cuidados necessários, essa atividade traz mais benefícios ao organismo.

None
FOTO: Shutterstock

por Redação Alto Astral
Publicado em 09/09/2016 às 15:04
Atualizado às 20:57

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

Correr em um ambiente que tenha areia, como a praia, é tão gostoso que nem precisa ter mais vantagens. Mas tem, e muitas: emagrece mais rápido, condiciona o corpo e garante melhor performance quando você voltar para o asfalto.

Correr na areia proporciona mais benefícios ao organismo

FOTO: iStock e Getty Images

“Adoro os treinos na praia. Você gasta mais calorias e o trabalho de força é fantástico. A areia mais firme ajuda a aliviar o impacto que temos no asfalto. Já a fofa promove a propriocepção (percepção de posicionamento que o corpo tem em relação ao espaço). Mas atenção, pois treinar com tênis ou descalço oferece percepções diferentes. De toda forma, é uma sensação muito boa e, quando vamos para o asfalto, a corrida fica mais fácil”, explica a atleta e treinadora Carla Moreno.

Correr na areia requer de 1,6 a 2,5 vezes mais energia do que no asfalto, porque o corpo tem que trabalhar mais. Vários músculos, entre eles isquiotibiais (na parte posterior da coxa), panturrilha e abdome, são mais ativados para garantir a estabilidade, já que a superfície não é tão regular. Aliás, toda a biomecânica da corrida muda para se adaptar ao terreno instável.

SAIBA MAIS:

Confira as vantagens de fazer caminhada regularmente

Descubra o que fazer ao torcer o tornozelo

Quais os cuidados com o tênis para não sofrer lesões?

Palavra de ordem: moderação

O treino à beira-mar não é recomendado para o ano todo. “Uma causa comum de lesões é correr na areia durante o ano inteiro, pois força muito os tendões, além de acentuar problemas na cervical devido às irregularidades do piso”, adverte o treinador Alexandre Maximiliano. Assim, os treinos devem ser em doses moderadas, pois aumentam a pressão no pé e no calcanhar, principalmente em corredores mais pesados. Correr na praia é muito usado como treino de força, quando atletas procuram a resistência da areia.

Dicas para correr com mais facilidade

*Varie os treinos correndo em zigue-zague: um pouco na areia molhada e dura e um pouco na areia seca. Podem ser intervalos de 1 minuto em cada piso, correndo forte na macia e voltando leve na areia dura. Se a praia tiver dunas, faça treino de repetição de subidas. Suba forte e desça trotando.

Correr em ambientes abertos pode ser mais estimulante

FOTO: Shutterstock

*Faça uma sessão de alongamento pós-treino, pois a corrida na areia aumenta muito a sobrecarga no tendão de Aquiles. Atenção ao aquecimento antes também.

*Apesar de a corrida na areia úmida oferecer 30% menos impacto do que na superfície rígida, prefira usar tênis, pois há chance de lesões na planta do pé e joelho. Na areia seca esse valor é 80% menor, então, dá para dispensar os tênis, se quiser.

Texto Marina Gomes/Colaboradora

Consultoria Alexandre Maximiliano, treinador; Carla Moreno, atleta e treinadora