Fuja das bebidas calóricas que sabotam o emagrecimento

Você sabia que, dependendo da escolha que fizer, as bebidas calóricas podem representar até 50% do valor calórico de uma refeição completa?

None
Foto: Shutterstock.com

por Redação Alto Astral
Publicado em 20/02/2018 às 08:51
Atualizado às 12:15

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

Um estudo realizado pelo Johns Hopkins Bloomberg School of Public Health, nos Estados Unidos, revelou que cortar as bebidas calóricas do dia a dia pode ser mais eficaz no emagrecimento do que reduzir a quantidade dos alimentos. Isso porque as pessoas tendem a se preocupar mais com o que comem do que com o bebem, achando que a bebida não atua de forma direta no aumento ou diminuição do peso. O primeiro problema causado pela ingestão incorreta de líquidos é a dilatação do estômago. De acordo com o nutricionista Ricardo Zanuto, quando a pessoa ingere alguma bebida durante a refeição, ocorre o aumento do volume do estômago, alterando a sensação de fome. “Ao beber líquidos com a comida, há diluição do ácido clorídrico, provocando um retardamento da digestão, principalmente de proteínas e gorduras. Por isso, recomendo ingerir as bebidas 30 minutos antes ou depois da alimentação”, indica o profissional.

Você sabia que, dependendo da escolha que fizer, as bebidas calóricas podem representar até 50% do valor calórico de uma refeição completa?

Nesse caso, os maiores vilões são os refrigerantes e os sucos de fruta em excesso, tanto os naturais como os de caixinha, por isso, tomar água ajuda no emagrecimento, pois não conta calorias a mais na sua dieta. As bebidas gaseificadas contêm gás carbônico, que também contribui para a dilatação do estômago. Mesmo optando pelas versões light ou diet, os refrigerantes não são recomendados, já que possuem um alto índice de sódio em sua composição, o que provoca a retenção hídrica. O mesmo acontece com os sucos industrializados: são ricos em calorias e conservantes, principais agentes causadores do inchaço. Em relação aos sucos naturais, o problema fica por conta da frutose (açúcar natural), quando consumida em excesso. Na hora de escolher o que beber, aposte na água, que pode ser ingerida à vontade. Se preferir um suco, de preferência ao de limão ou maracujá, que são fontes de fibras e não somam muito açúcar no organismo. Água de coco também é magrinha e ajuda a matar a fome.

Cerveja: em média, 1 lata (350ml) de cerveja tem 147kcal. No happy hour, beba até 2 copos (400ml) e alterne com água para reduzir os efeitos das bebidas calóricas.

Chá: para não somar calorias ao seu cardápio, beba chá de ervas (ou de frutas) sem adoçar. Uma boa opção é o chá verde, que seca as gordurinhas.

Refrigerante: a maioria tem 137kcal por lata (350ml). A melhor escolha são as versões light e diet, mas sem excessos, pois podem reter líquidos no corpo.

Leite: o cálcio favorece a perda de peso, mas você deve optar pela versão desnatada da bebida, que fornece 90kcal a cada 1 copo (250ml), em média.

Suco: os menos calóricos são os de acerola, morango, limão, maracujá e tomate.

Caipirinha: a bebida alcoólica possui cerca de 7kcal por grama. No caso da caipirinha, as calorias aumentam ainda mais, pois a bebida é preparada com açúcar. Cada 100ml contém mais ou menos 260kcal.

Texto: Jacque Lopes | Consultoria: Ricardo Zanuto, especialista em nutrição esportiva, mestre e doutor em fisiologia humana 

LEIA TAMBÉM:

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

Ao assinar nossa newsletter, você concorda com os termos de uso do site.