ESTILO DE VIDA

Barrinhas de cereais: saiba quais opções escolher para não minar a dieta

Práticas e cheias de fibras! Conheça esses e outros benefícios das barrinhas de cereais e aposte nessa opção para matar a fome fora de hora!

None
Foto: iStock.com/Getty Images

por Redação Alto Astral
Publicado em 13/10/2016 às 18:48
Atualizado às 14:48

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

Práticas e gostosas, as barrinhas de cereais estão no cardápio de quem busca por uma alimentação saudável. Contudo, apesar de ser fonte de energia, elas não estão tão liberadas assim: é preciso controlar e saber quais opções escolher.

A seguir, entenda a diferença entre cada tipo de barrinha e aprenda como elas podem influenciar na sua alimentação ou dieta com as dicas da nutricionista Vivian Goldberger.

Barrinhas de cereais

Foto: iStock.com/Getty Images

Não substituem refeições

Esse tipo de alimento é feito a partir de frutas desidratadas e de cereais como aveia, trigo, soja, milho e arroz. Por serem compostas por muitas fibras, as barrinhas de cereais ajudam a regular o intestino e saciam a fome. Porém, mesmo sendo uma ótima fonte de energia, não devem substituir uma refeição, já que não têm as quantidades necessárias de nutrientes que o organismo precisa para trabalhar de maneira saudável.

Barrinhas de cereais: você sabe qual escolher?

1. Barra de cereal fibrosa

Possui altos níveis de glicose e muitas fibras, podendo ser consumida em qualquer horário. A dica é tomar bastante água – de 1 a 2 litros por dia – para ajudar as fibras a melhorarem o funcionamento do intestino e não causarem prisão de ventre. A nutricionista explica que, em média, uma unidade tem 100 calorias.

2. Barrinhas de cereais diet ou light

“Elas têm menos calorias e gorduras e não contêm açúcar, portanto, são adequadas para quem deseja manter uma dieta hipocalórica e também saciar a necessidade de comer uma guloseima”, orienta Vivian. Em média, uma barrinha desse tipo possui de 30 a 65 calorias.

3. Barrinhas de cereais energéticas

Essa opção é absorvida mais rapidamente, já que tem menos fibras e mais calorias. Ideal para ser consumida antes da prática de exercícios, pois fornece energia para a realização da atividade física. Por isso, não são recomendadas para pessoas sedentárias. Costumam conter chocolate, castanhas, granola, açaí, entre outros. A unidade costuma ter por volta de 280 calorias.

4. Barrinhas de cereais proteicas

É pobre em gordura e rica em proteína. “Deve ser consumida após a prática de atividades físicas, objetivando o ganho de massa magra e a recuperação muscular, não sendo indicada para sedentários”, explica a nutricionista. Ela contém, em geral, de 150 a 200 calorias.

Faça em casa: barrinha de soja e cereais

Rendimento: 25 unidades

Ingredientes:

  • 1 xícara (chá) de aveia em flocos
  • 1/2 xícara (chá) de farinha de trigo integral
  • 1/2 xícara (chá) de açúcar mascavo
  • 2 colheres (sopa) de linhaça
  • 1 colher (café) de sal
  • 1 colher (café) de canela
  • 1 colher (café) de fermento em pó
  • 1/2 xícara (chá) de damascos ou ameixas picados
  • 1/2 xícara (chá) de amêndoas ou castanhas-do-pará picadas
  • 1/2 xícara (chá) de coco seco ralado
  • 1/4 de xícara (chá) de mel
  • 2 colheres (sopa) de óleo de canola

Modo de preparo: em uma tigela grande, misture a aveia, a farinha de trigo integral, o açúcar mascavo, a linhaça, o sal, a canela, o fermento, os damascos ou ameixas, as amêndoas ou castanhas, o coco ralado, o mel e o óleo de canelo até formar uma massa. Espalhe de forma homogênea em uma assadeira retangular forrada – fundo e laterais – com papel-manteiga e aperte a massa com as costas de uma colher ou com as mãos. Leve ao forno médio, preaquecido, por 35 minutos ou até a massa secar e ficar firme, mas não totalmente dura. Espere esfriar e retire o papel-manteiga junto com a massa da assadeira. Corte-a no formato de barrinhas e embrulhe-as individualmente em saquinhos plásticos ou guarde-as em uma vasilha com tampa. Consuma em até 5 dias.

De olho na embalagem

Existem até barrinhas de cereais que são saudáveis, mas a maioria não é. “Preste atenção na lista de ingredientes que está na embalagem e escolha sempre as barras com maior teor de fibras, frutas, grãos integrais e menos gordura”. A dica é do nutrólogo André Veinert.

Texto: Talita Bollini – Edição: Mariana Siqueira e Loyce Policastro/Colaboradoras

Consultoria: Vivian Goldberger, nutricionista do Emagrecentro e André Veinert, nutrólogo

Receita: SupraSoy Foto: Glow Images/Latinstock

LEIA TAMBÉM