Bariloche: melhores atrações turísticas

Bariloche é famosa por suas estações de esqui, mas oferece aos seus visitantes atrações turísticas que vão muito além disso! Veja como se divertir por lá!

None
FOTO: Divulgação/EMPROTUR Bariloche

por Wanessa Bighetti
Publicado em 04/08/2016 às 09:21
Atualizado às 14:02

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

O simpático Centro Cívico é uma das atrações imperdíveis de Bariloche. Ao redor da praça principal você encontra edifícios em estilo medieval, entre eles os prédios da Prefeitura, da Secretaria Municipal de Turismo, da Biblioteca Sarmiento e do Museu da Patagônia (que possui um excelente acervo relacionado às ciências naturais e vale uma visita) – e belíssimos cães da raça São Bernardo, disponíveis para fotos por alguns “pesitos”. Vai ser difícil não querer levar um filhote para casa!

Centro Cívico, em Bariloche

FOTO: Divulgação/EMPROTUR Bariloche

Aproveite para andar pela principal rua da cidade, a Calle Mitre, cheia de cafés aconchegantes, que pedem uma parada, e de lojinhas que merecem sua atenção – ótimas para a compra de souvenires e chocolates (a Mamuschka oferece o chocolate quente mais delicioso da cidade e a Fenoglio – na esquina com a Rolando – produz chocolates para a rede Havanna e mantém um museu na Avenida Bustillo).

Também na Calle Mitre, você encontra algumas marcas queridinhas dos brasileiros, como Puma, Adidas e Lacoste. Aproveite que a relação de 2 para 1 do real perante o peso ainda nos deixa em uma situação bastante confortável para as compras.

Dê um tempo das lojas para conhecer a Catedral Nossa Senhora Nahuel Huapi, a principal igreja católica da cidade, cuja torre pode ser avistada de qualquer ponto do município. Apesar de pequeno, o templo tem uma arquitetura neogótica incrível e vitrais coloridos de encher os olhos. Ao seu redor, duas praças com formosos jardins pedem um momento de apreciação – e cliques!

Quando cair a noite e bater a fome, pare em um dos ótimos restaurantes instalados nas redondezas.

De noite

Agora, se a intenção é experimentar uma noite mais movimentada, o endereço deve ser a Calle Juan Manuel de Rosas onde se concentram as principais casas noturnas da cidade, que começam a “bombar” depois das 3 da madrugada. Entre as mais badaladas, a Cerebro e a Rocket estão sempre cheias de jovens dispostos a curtir a sonzeira até o sol raiar.

Se você quer desviar das baladas cheias de adolescentes, pode encontrar dois refúgios na Calle San Martín: o pub Wilkenny (435) é frequentado por uma turma mais adulta e oferece um menu bem variado – e provocante – de cervejas. Outra opção é tentar a sorte no Trésor Cassino (535) que, além de máquinas de jogos e carteados, tem shows ao vivo de quinta a domingo.

Texto: Thaís Coimbra

Leia também

10 coisas que você precisa saber se vai viajar para a Argentina

5 lugares para conhecer em Buenos Aires

Loucos por feira

O artesanato local pode ser encontrado diariamente nas feiras de rua, que funcionam nas calles Moreno e Villegas. Por lá, você também encontra a Casa de Artesanias Mapuches, com trabalhos têxteis dos nativos da Patagônia. Se você gosta desses passeios, visite também a Asociación de Artesanos de Bariloche, situada em Elflein 38.

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

Ao assinar nossa newsletter, você concorda com os termos de uso do site.