ESTILO DE VIDA

Bardana: o chá da planta é detox e anti-inflamatório

Entre todas as propriedades medicinais dessa planta, a principal é a purificante: ela limpa o organismo. Além disso, é anti-inflamatória

None
Foto: Walter Silveira

por Redação Alto Astral
Publicado em 10/02/2017 às 13:42
Atualizado às 13:25

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

Todas as partes da bardana (Arctium lappa) podem ser usadas como medicamentos naturais: flores, folhas e raízes. Não é à toa que ela é consumida há muito tempo na Europa e no Japão. A planta é bactericida, fungicida e, usada como ingrediente de xampus, evita a queda dos cabelos. No intestino, ela absorve as toxinas e elimina-as do corpo.

bardana

Foto: Walter Silveira

Essa é a principal função da bardana: proteger o organismo de impurezas. As toxinas em excesso no corpo podem desencadear vários problemas de saúde, como inflamações, problemas no sistema digestivo e inchaço. “É um poderoso desintoxicante do organismo, diurética, utilizada para problemas renais, hepáticos, digestivos, problemas de pele e fraquezas em geral”, comenta o especialista em medicina complementar e fitoterapia José Bassit.

Contra inflamações

A bardana é capaz de aliviar inflamações como artrite e gota, pois elimina o excesso de ácido úrico, e ainda regula o nível de glicose no sangue. Na pele, utilizada em cataplasmas, ameniza eczemas, psoríase, feridas e furúnculos. Outras afecções podem ser combatidas com o consumo da planta em chás, pois ela promove a limpeza da pele de dentro para fora. A raiz tem efeito laxante e por isso combate a prisão de ventre. Bassit recomenda o consumo de 1 ou 2 xícaras (200ml cada) de chá de bardana por dia.

Bardana elimina toxinas

Ingredientes:  1/2 litro de água, 1 colher (sopa) de raízes frescas de bardana picada

Modo de preparo: leve os ingredientes ao fogo até ferver. Desligue, tampe e deixe abafado por 10 minutos. Espere amornar, coe e tome 1 xícara (chá) a cada 6 horas.

Gastrite

Ingredientes: 1 litro de água, 1 colher (sopa) de folhas e flores frescas de bardana

Modo de preparo: em uma panela, coloque a água e leve ao fogo até ferver. Desligue, acrescente a bardana e deixe abafado por 5 minutos. Coe e beba 1 xícara (chá) a cada 6 horas.

Sabedoria oriental

A raiz de bardana é comumente utilizada na culinária japonesa como ingrediente de pratos salgados. Ela pode combater cálculos renais e reumatismo, e é bastante nutritiva: possui vitaminas e minerais. Para deixá-la mais saborosa, a dica é refogar e temperar com shoyu (molho de soja). As folhas frescas também podem ser usadas para o preparo de saladas.

Contraindicações: crianças, gestantes e pessoas com diarreia crônica devem evitar o consumo de bardana. O uso externo pode provocar irritação cutânea e ocular.

LEIA TAMBÉM:

Consultoria: José Bassit, especialista em medicina complementar, fitoterapia e agricultura orgânica.

Texto: Redação Alto Astral