Au pair: ganhe dinheiro trabalhando de babá no exterior

Se você deseja fazer um intercâmbio e tem paciência com crianças, o Au pair é ótima opção para ganhar um dinheiro e ainda viajar

None
Foto: Reprodução/Pixabay

por Redação Alto Astral
Publicado em 09/03/2018 às 15:00
Atualizado às 14:17

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

Você consegue cuidar de crianças sem problema? Então, o programa de intercâmbio conhecido como Au pair pode ser uma ótima alternativa para você! “Por conviver 24 horas com sua nova família, o Au pair vive uma imersão cultural intensa. E tem ótimo custo-benefício, já que o valor investido é recuperado logo nas primeiras semanas”, afirma Eliane Porto, gerente geral da Central do Intercâmbio (CI) do Rio de Janeiro.

Afinal, o que é Au pair?

Originalmente, essa expressão francesa significa “ao par”. O trabalhador Au pair passa a viver em uma família com crianças – apenas uma ou mais delas –, e trabalha como babá. Para esse serviço, recebe acomodação com pensão completa (tem direito a todas as refeições do dia), bolsa de estudos em alguns casos, salário e, às vezes, férias remuneradas.

Entenda o processo

Para poder se inscrever nesse programa, o intercambista deve fazer um teste para verificar se consegue compreender o idioma do país de destino, passar por uma entrevista e providenciar os documentos exigidos (que varia de país para país). Em seguida, a agência responsável pelo intercâmbio encaminha esses documentos para a organização internacional que gerencia o programa – é ela quem deve apresentar o perfil das candidatas às famílias interessadas. “As agências ajudam o participante a preencher o seu application, que será mandado aos parceiros em cada país. Lá, esse perfil fica disponível para as famílias interessadas, que fazem entrevistas por skype com possíveis candidatos”, esclarece a profissional. Se houver acordo em relação aos detalhes do emprego, a pessoa é direcionada para aquela família.

Au pair: ganhe dinheiro trabalhando de babá no exterior

FOTO: iStock.com/Getty Images

Requisitos básicos

De acordo com Eliane, na maioria dos casos, a pessoa que se inscreve para trabalhar como Au pair deve seguir algumas normas, tais como:

  • ter entre 18 e 28 anos, possuir nível intermediário do idioma oficial do país (comprovado através de testes e avaliações);
  • ter comprovação de que já trabalhou com crianças;
  • ser formada no ensino médio;
  • possuir carteira de habilitação brasileira e obter a internacional;
  • não fumar e estar disponível por 1 ano (sendo solteira e sem dependentes).

Apesar de a maioria dos programas de Au Pair ser destinado apenas a mulheres, existem algumas opções voltadas para o público masculino. Vale pesquisar as agências que oferecem esse intercâmbio e saber os requisitos obrigatórios.

Quais as vantagens?

Além de conseguir mesclar trabalho, diversão e aprendizado, o Au Pair também tem mais benefícios a oferecer, entre eles:

  • Moradia e alimentação já inclusos no preço que o intercambista paga pelo programa;
  • Salário em dinheiro corrente do país de destino;
  • Possibilidade de realizar cursos de idiomas nas horas livres;
  • Oportunidade de fazer passeios e viagens nas folgas, conhecendo o país;
  • Convivência com família típica local, aprimorando o idioma e permitindo o convívio direto com a cultura.

LEIA TAMBÉM

Texto: Redação Alto Astral | Consultoria: Eliane Porto, gerente geral da Central do Intercâmbio (CI) do Rio de Janeiro.

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

Ao assinar nossa newsletter, você concorda com os termos de uso do site.