Atividade física: siga as dicas de especialistas e ganhe mais saúde

Quem resolve mudar os hábitos do dia a dia precisa consultar especialistas, pois essas mudanças requerem alguns cuidados.

None
Foto: iStock.com/Getty Images

por Redação Alto Astral
Publicado em 20/03/2017 às 13:23
Atualizado às 13:38

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

Quer transformar sua forma física ou mudar seus hábitos? Para isso é fundamental que você procure um especialista antes de começar qualquer coisa, porque a instrução de um profissional faz toda diferença. Muitas pessoas cometem os erros de procurarem dietas malucas e radicais, por exemplo. “Além disso, se você for começar alguma atividade física, precisa ter cuidado com lesões. A saúde cardíaca é um fator determinante para atletas iniciantes”, conta o médico do esporte Renato Estrella. Confira algumas dicas dadas pelo especialista!

mulher fazendo pose de biquíni

Foto: iStock.com/Getty Images

Avaliação Física

O especialista explica que a avaliação física é fundamental para qualquer pessoa que comece uma atividade e deve ser bem feita, não apenas “protocolar”. É nela que os riscos cardiovasculares e osteomusculares serão identificados.

Sinais de alerta

Dor ou desconforto no peito durante a atividade física, cansaço desproporcional e desmaio devem ser imediatamente comunicados ao médico.

mulher se exercitando

FOTO Shutterstock.com

Histórico do paciente

Algumas pessoas precisam de mais cuidados antes de começar o projeto verão, como as que usam certos tipos de medicações ou possuem histórico de doenças pessoais e familiares, principalmente relacionadas a problemas cardiovasculares como hipertensão, diabetes, colesterol alto e morte súbita.

Limites

Na ânsia de ficar em forma para o verão, muitos extrapolam e podem ter problemas de saúde. Por questões biológicas, o estímulo não deve ultrapassar os limites fisiológicos da pessoa. “Uma série de fatores genéticos vão guiar a resposta do seu corpo em relação ao exercício e você deve saber respeitar isso. Não adianta você querer ser forte e ter aquela aparência hipertrofiada se seu organismo não nasceu para isso”, explica Estrella.

Texto Redação Alto Astral
Consultoria Renato Estrella, médico do esporte e especialista em Fisiologia do Exercício e Reabilitação Cardíaca

Leia também: 

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

Ao assinar nossa newsletter, você concorda com os termos de uso do site.