ESTILO DE VIDA

Você sabe o que é artrite? Especialistas esclarecem pra você!

Dor nas articulações, vermelhidão, inchaço... Conheça os principais sintomas da artrite e a melhor forma de tratá-los.

None
FOTO: Shutterstock

por Redação Alto Astral
Publicado em 05/10/2016 às 09:00
Atualizado às 20:55

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

Só quem sofre com a artrite sabe o quanto esse problema pode ser incômodo. Essa doença piora a qualidade de vida, afetando o dia a dia do paciente, por isso, procurar ajuda assim que sentir os primeiros sintomas é fundamental. Alguns especialistas esclarecem esse assunto pra você!

pessoa com dor no joelho devido artrite

FOTO: Shutterstock

Artrite

A artrite causa dores nas articulações e tem como principais sintomas o inchaço, o avermelhamento e a dor. Atinge todas as idades e pode estar associada a outras doenças. Roberto Debski, médico homeopata, explica: “inflamação é uma reação do organismo mediada pelo sistema imunológico ou de defesa, que consiste na liberação de diversas substâncias químicas nos tecidos”. O agente causador pode ser micro-organismos, agressões, ferimentos, má alimentação ou doenças autoimunes em que o sistema imunológico produz substâncias que irão atacar nossos próprios órgãos e tecidos”, esclarece Debski.

Artrite reumatoide (AR)

Existem mais de 100 tipos de artrite, sendo a reumatoide a mais comum. A reumatologista Claudia Velasco explica que “a artrite reumatoide se caracteriza por um edema articular, com o sintoma de rigidez de mais de 1 hora pela manhã e incapacidade física”. É uma doença autoimune que inflama as juntas e compromete a saúde de outras regiões do organismo. Sintomas Febre baixa, cansaço, emagrecimento, juntas inflamadas (principalmente do joelho, cotovelo e tornozelo) e rigidez muscular e articular prolongada pela manhã.

Tratamento

Por ser uma doença crônica, a terapêutica consiste em amenizar as dores e limitar o avanço da doença, proporcionando qualidade de vida ao paciente. “Após a avaliação do médico reumatologista, o tratamento pode seguir com a utilização de medicamentos como os analgésicos, anti-inflamatórios, medicamentos que agem na origem da doença (quimioterápicos e imunossupressores), fitoterapia, homeopatia, fisioterapia, acupuntura e outros”, esclarece Debski.

Atenção: Ao sentir algum dos sintomas o médico deverá ser consultado.

LEIA MAIS: