Arritmia cardíaca: três cuidados para prevenir o problema!

Para garantir mais saúde e afastar problemas do coração, como a arritmia cardíaca, é preciso seguir algumas dicas simples. Confira!

None
A arritmia cardíaca pode ser prevenida por meio de medidas simples do dia a dia. FOTO Shutterstock

por Redação Alto Astral
Publicado em 02/09/2017 às 07:27
Atualizado às 14:03

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

A arritmia cardíaca é um dos problemas mais comuns entre os brasileiros. Mas você sabe o que caracteriza essa doença? De uma maneira bem simples, é possível dizer que o quadro acontece quando existe uma aceleração ou um retardamento dos batimentos cardíacos. Apesar de representar riscos à saúde, a arritmia cardíaca pode ser prevenida por meio de atitudes simples. Que tal conferir alguns cuidados que afastam a doença?

Corpo em movimento

Os exercícios trazem benefícios físicos, sociais e psicológicos, levando a uma melhora no humor e consequentemente ao fortalecimento do sistema imunológico. “Com isso, o paciente experimenta uma diminuição na ansiedade e no estresse, fatores que podem acelerar o ritmo cardíaco e contribuir para o surgimento de arritmias no longo prazo”, afirma José Rocha Faria Neto, professor titular de cardiologia na PUCPR.

Bons hábitos alimentares são essenciais na hora de manter a saúde do coração.

Bons hábitos alimentares são essenciais na hora de manter a saúde do coração. FOTO Shutterstock

Alimentação saudável

Alimentar-se de forma equilibrada, ingerindo nutrientes variados em quantidades balanceadas, também é uma forma de prevenir a arritmia cardíaca. O excesso de gorduras leva ao aumento da pressão sanguínea e pode provocar uma série de complicações cardiovasculares.

Beba com moderação

O álcool é uma toxina que se difunde facilmente pelo corpo e, se consumido em excesso, prejudica a capacidade de contração do coração, provocando arritmias e outras disfunções cardiovasculares. Portanto, lembre-se de consumir bebidas alcoólicas com moderação.

Consultoria José Rocha Faria Neto, professor titular de cardiologia na PUCPR

LEIA TAMBÉM:

TAGS

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

Ao assinar nossa newsletter, você concorda com os termos de uso do site.