Aracaju: paradisíaca, e repleta de belezas naturais

Aracaju ainda não percebeu que é capital. Por lá, o trânsito flui e as pessoas se cumprimentam na rua. Conheça mais razões pra você visitar a cidade!

None
FOTO: Divulgação

por Redação Alto Astral
Publicado em 24/08/2016 às 13:01
Atualizado às 14:05

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

As praias não são badaladas, mas é a segurança e o povo acolhedor que fazem da cidade destino certo para quem busca natureza exuberante, história e cultura em um só destino. A população é generosa e não é difícil encontrar alguém gentil o suficiente para lhe explicar – com um sorriso no rosto – o caminho mais fácil para o Parque dos Falcões, por exemplo. Na verdade, Aracaju ainda não percebeu que é capital. Ainda bem! Por lá, o trânsito flui, o sistema de transporte público não deixa a desejar e as pessoas se cumprimentam na rua. E ainda existem mais razões pra você visitar a cidade!

FOTO: Divulgação

FOTO: Divulgação

Cultura

A capital do Sergipe ostenta um agitado Centro Histórico, com prédios do século 19. As praças Fausto Cardoso e Olímpio de Campos, assim como a Catedral Metropolitana e os Palácios Olímpio de Campos e Inácio Barbosa não podem ficar de fora do seu roteiro.

Beira-mar

Aracaju ainda tem uma boa orla, com 35 km de costa litorânea que delineiam a cidade, formados por areia plana e firme. A Praia de Atalaia é o principal cartão-postal e guarda os melhores bares, restaurantes, hotéis e casas noturnas da capital. Já no quesito beleza, quem ganha é a Praia do Saco. Desenhada por coqueiros e ladeada por dunas claríssimas, a orla tem águas em um tom único de azul-esverdeado na cidade. Mosqueteiro é outra praia privilegiada pela natureza. Ao leste, tem vista para o Oceano Atlântico; a oeste, é o rio Vaza Barris, com suas águas limpas e manguezais preservados, que dá a cor ao lugar. A Croa do Goré, a mais famosa e procurada, ancora um restaurante flutuante.

Visite também

Museu da Gente Sergipana: o local é uma verdadeira homenagem aos moradores da cidade, e busca na interatividade o caminho mais curto para atrair o turista.
Passeio pelos cânions do rio São Francisco: conheça a paisagem espetacular dos cânions do Xingó atravessando quase 20km do rio de barco.
– Praia Abaís: conta com ondas fortes, além da companhia da Lagoa Grande.

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

Ao assinar nossa newsletter, você concorda com os termos de uso do site.