ESTILO DE VIDA

Aprenda a ler o rótulo dos alimentos

Na feira, o que mais conta na hora de escolher legumes e verduras é, sem dúvidas, se atentar à coloração, à textura e ao cheiro de cada um deles, a fim de

None

por Redação Alto Astral
Publicado em 21/04/2016 às 11:48
Atualizado às 14:14

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

Na feira, o que mais conta na hora de escolher legumes e verduras é, sem dúvidas, se atentar à coloração, à textura e ao cheiro de cada um deles, a fim de detectar se aquele alimento está fresquinho e apropriado para o consumo. Mas e no supermercado, como saber se o que se esta levando é, de fato, bom para o organismo? A resposta é simples: pelo rótulo!

A IMPORTÂNCIA DO RÓTULO

Lê-la com atenção essencial para saber se o alimento adquirido é adequado para a saúde de toda a família. Afinal, é por meio dos dados encontrados na tabela nutricional que se torna possível saber a sua qualidade em relação aos componentes, como calorias, sódio, gorduras, vitaminas, carboidratos e muitos outros! Mas vamos lá: será que você conhece bem todos os itens que compõem essa tabela? Abaixo, confira alguns deles e as principais funções que exercem no organismo:

Aprenda a ler o rótulo dos alimentos industrializados

FOTO: Shutterstock

– Valor energético: São as chamadas calorias, responsáveis por produzir a energia necessária para a execução das atividades rotineiras por meio dos carboidratos e proteínas, por exemplo.

– Carboidratos: Eles são capazes de proporcionar energia e gerar a sensação de disposição. Porém, atenção: o açúcar também pode estar incluso na quantidade de carboidratos.

– Proteínas: Nutriente de extrema importância no corpo humano, proporciona a fabricação de tecidos e células essenciais no organismo.

– Gorduras totais: Esse item faz referência a todos os tipos de gorduras que o alimento possui, sendo divididas em três tipos:

  • Trans: são aquelas produzidas artificialmente para beneficiar o sabor dos alimentos industrializados;
  • Saturadas: é a gordura natural, sendo encontrada nas carnes de animais, no leite integral e na pele de frango, por exemplo.
  • Insaturadas: Refere-se àquelas gorduras que fazem bem ao organismo, pois colaboram com o controle do colesterol na corrente sanguínea.

– Fibras: Além de auxiliarem no controle do colesterol, as fibras são ótimas reguladoras intestinais. Em sua maioria, são encontradas em alimentos de origem vegetal.

– Sódio: Quando consumido em excesso, pode alterar a pressão arterial e causar sérios riscos à saúde. Porém, quando ingerido em quantidades ideais, pode ajudar o cérebro a ter um desempenho melhor. Está presente na grande maioria dos produtos industrializados, pois ressalta o sabor e conserva melhor os alimentos. Evite aqueles com altas quantidades do mineral, já que ele também está presente nos alimentos naturais.

CONSULTORIA: Tatiana Rom, nutricionista