Aprenda como iniciar o desfralde sem neura!

Esse é um marco importante na vida da criança e dos pais e precisa ser tratado com carinho: saiba como iniciar o desfralde sem neura!

None
FOTO: Shutterstock. O desfralde é um marco importante na vida da criança

por Redação Alto Astral
Publicado em 11/04/2017 às 12:26
Atualizado às 12:41

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

Como iniciar o desfralde é uma dúvida constante para os pais, já que esse é um marco importante na vida da criança, pois é a partir daí que ela começa a desenvolver sua autonomia e senso de responsabilidade. Viviani Zumpano, neuropsicopedagoga da NeuroKinder, explica que paciência, carinho e atenção são essenciais para que tudo seja feito sem traumas. Veja as dicas!

criança pegando papel higiênico

FOTO: Shutterstock. O desfralde é um marco importante na vida da criança

Idade certa

“Recomenda-se começar o desfralde a partir dos 18 meses. A criança nessa fase já está cognitivamente mais desenvolvida para compreender o processo. Antes disso, o sofrimento é maior, tanto para a criança, quanto para os pais”, explica Viviani, que também propõe que a criança já consiga pronunciar algumas palavras para facilitar o momento. “Mas não é uma condição mandatória para começar, pois é possível tirar as fraldas de bebês com atraso na fala”, ressalta.

Como iniciar o desfralde em casa

“Para começar, use um penico ou privadinha. É importante que a mãe ou o cuidador realize os rituais, como jogar o xixi no vaso sanitário, dar descarga, limpar com o papel higiênico e lavar as mãos. Quando a criança já estiver bem segura no uso do penico, os pais podem incentivar o uso do vaso sanitário com o adaptador”, comenta a especialista. Outra dica é deixar a criança ver os pais usando o banheiro, para reforçar o incentivo e servir de modelo de imitação.

Escapes acontecem

“Ninguém precisa parar de sair por causa do desfralde. A recomendação é usar a fralda e levar a criança ao banheiro vá- rias vezes. Isso evita frustração ou situações embaraçosas para a criança e para os pais quando vão a lugares públicos”, ensina a neuropsicopedagoga. Quando houver escapes, é importante agir de forma natural e jamais xingar ou brigar com a criança. “Muitas podem chorar e ficar ansiosas quando fazem xixi em lugares inapropriados. Cabe aos pais acalmar, explicar que isso acontece, limpar e incentivar o uso do penico ou do banheiro”, orienta.

Papel dos pais

A criança não tem noção que deve ir ao banheiro quando sente vontade, por isso, precisa ser incentivada a todo momento. E os elogios precisam acontecer quando as coisas saem como planejado. “Ela vai entender que está fazendo algo bom e tende a repetir o processo, e isso vale para qualquer atividade, incluindo o desfralde”, finaliza.

LEIA TAMBÉM: