ESTILO DE VIDA

Ansiedade: conheça as psicoterapias indicadas no tratamento

Existem quadros de ansiedade que podem ser revertidos por meio de terapias. Conheça aqui as psicoterapias mais indicadas.

None
FOTO: Shutterstock.com

por Redação Alto Astral
Publicado em 01/09/2016 às 19:09
Atualizado às 20:58

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

Além das terapias alternativas no combate à ansiedade, o acompanhamento com especialistas em saúde mental é essencial. A organização sem fins lucrativos Associação de Ansiedade e Depressão da América (ADAA, sigla em inglês), dos Estados Unidos, indica algumas outras opções efetivas de psicoterapias:

Terapia cognitivo-comportamental (TCC)

Essa é uma forma bastante efetiva de aprender a lidar com uma crise ansiosa. Esse procedimento ocorre pela identificação e compreensão dos sintomas do paciente para ajudá-lo a, progressivamente, mudar os pensamentos relacionados à ansiedade e, por fim, controlar os comportamentos derivados de uma crise.

Na TCC, a pessoa aprende a encarar o distúrbio, sendo parte fundamental, não dependendo apenas do profissional. E, segundo a ADAA, os benefícios podem ser notados, geralmente, entre 12 a 16 semanas de tratamento.

Ansiedade: conheça as psicoterapias indicadas no tratamento

FOTO: Shutterstock.com

Terapia de exposição

Nesse tipo de intervenção, o foco é em fazer o paciente encarar as situações que ativem uma crise de ansiedade, como determinados medos no caso das fobias.

Vale lembrar que o processo não ocorre de uma hora para a outra. Ou seja, se a pessoa tem medo de altura, por exemplo, não significa que ela vai ser colocada na beira de um penhasco para superar o distúrbio. Além das fobias, o método também é recomendado para quem apresenta o quadro de Transtorno Obsessivo-Compulsivo, os TOCs.

Terapia de aceitação e compromisso (TAC)

Como o próprio nome diz, o processo se dá por meio de exercícios para aceitar e se comprometer a mudar pensamentos e controlar sentimentos que ativam o gatilho da crise de ansiedade. Uma técnica utilizada nesse tipo de terapia é a mindfulness, que consiste em levar a pessoa a um estado mental de experimentar situações sem julgamentos, aprendendo também a viver o momento presente.

Terapia comportamental-dialética (TCD)

Com técnicas da TCC, essa terapia busca focar os pontos positivos da pessoa, na questão emocional e comportamental, para fazer com que aprenda a identificar, admitir e enfrentar de maneira mais racional as questões que, eventualmente, levam a uma crise de ansiedade.

Terapia interpessoal (TIP)

Antes usada apenas em casos de depressão, a TIP hoje também pode estar presente em tratamentos de outros distúrbios, como de ansiedade e bipolar, por exemplo. O terapeuta busca focar na interação em sociedade atual do paciente do que em suas características pessoais.

Veja mais:

Meditação ajuda a reduzir os sintomas de ansiedade e depressão

Novas técnicas para tratar ansiedade e depressão

Muita ansiedade pode desencadear problemas pelo corpo

Texto: Giovane Rocha/Colaborador – Entrevistas: Natália Negretti – Edição: Augusto Biason/Colaborador