Ansiedade: 5 dicas para controlar o problema e ter uma vida melhor

Ansiedade sob controle: confira dicas para conter os sintomas do distúrbio para ter uma mente mais tranquila e uma vida mais leve

None
A ansiedade pode se manifestar em diversos momentos da vida. Foto: Pixabay / quinntheislander

por Redação Alto Astral
Publicado em 07/06/2017 às 16:20
Atualizado às 19:30

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

Com tantas tarefas diárias para fazer em menos de 24 horas, fica cada vez mais difícil manter a calma e a certeza de que tudo vai dar certo. Por isso, os sentimentos de ansiedade são tão comuns, podendo causar até alguns transtornos como a síndrome do pânico. Para ajudá-la a acabar com esses sentimentos e manter uma vida tranquila, a psicóloga Adriana Serrano separou algumas dicas simples para você adotar no seu dia a dia e se controlar diante dos problemas e do estresse. Seguidas corretamente, podem mudar completamente a sua forma de viver e deixar tudo mais natural ao seu redor.

Imagem em preto e branco de um homem caminhando pela areia de uma praia, representando a ansiedade e o isolamento.

Apesar de muitas vezes difícil de lidar, existem formas de conter a ansiedade. Foto: Pixabay / Daniel79

  • Seja organizada

A profissional explica que, quanto mais e melhor programamos nossa rotina, mais temos a sensação de controle sobre nossos problemas, sem a preocupação de estar esquecendo de algo importante. Usar agenda, listando as tarefas por horário, é algo extremamente eficaz e simples para fugir de uma vida cheia de ansiedade. “Aqui vale uma ressalva: se você anotar na agenda tudo o que tem de fazer num dia, só vai acabar mais ansioso ainda. A ideia da agenda é distribuir as tarefas ao longo do tempo em que elas serão possíveis de serem realizadas, e isso implica em renúncias, em deixar algumas coisas para depois. O tempo é um só e, para usá-lo bem, precisamos fazer escolhas”, recomenda. Dessa forma, a agenda materializa essa limitação do tempo e nos dá um apoio concreto para planejar a resolução de todos os nossos problemas.

  • Saiba a hora de desligar

As novas tecnologias de comunicação permitem que fiquemos conectados uns aos outros o tempo todos, mas será que isso é benéfico? Nem sempre, já que permanecer o tempo todo conectado pode aumentar ainda mais a ansiedade. Por isso, ter um tempo só para si é importantíssimo para nos reequilibrarmos, reencontrando nosso eixo. Lembrando sempre que respeitar a individualidade também é fundamental para nossas relações, que servem de base para nosso bem-estar.

  • Aceite o imprevisível

É totalmente improdutivo esperar que a vida seja sempre estável e previsível. “Nem tudo está sob nosso controle, e isso, inclusive, tem um lado bom, de não nos responsabilizarmos por coisas que não nos competem. Trabalhar essa aceitação de cada um pode ser difícil, mas traz ótimos resultados”, ensina Adriana. Ou seja, tem certas coisas na vida que nós não podemos evitar, por isso, é preciso aprender a conviver com elas. A profissional dá o seguinte exemplo: estamos sempre correndo riscos o tempo todo (de sermos assaltados, de termos um problema de saúde grave, de cair um avião em nossa casa), mas não ficamos sob controle disso o tempo todo para o bem de nossa saúde emocional. “Da mesma forma, é imprescindível aceitar que nem todas as pessoas são como nós e que nem todas as coisas sairão do jeito como esperamos. Isso faz parte da vida, e quanto mais preparados estivermos para aceitar esse tipo de situação e nos dispusermos a conviver com elas harmoniosamente, menos ficaremos ansiosos”, explica. Portanto, é mais importante direcionar nossa energia para o enfrentamento de nossos problemas reais, do dia a dia, do que alimentar preocupações e fantasiar medos que podem sequer se transformar em realidade. Lembre-se disso!

LEIA TAMBÉM

  • Seja flexível

Adriana enfatiza que, diante de uma situação de estresse, não adianta bater de frente com os problemas. Ou seja, tudo fica muito mais claro e de fácil compreensão quando se consegue acessar nosso lado racional. Nessa hora, é importante respirar fundo ou extravasar a energia em um bom exercício físico. Dar uma volta, sair do ambiente onde aconteceu a situação de tensão, gera novos estímulos diferentes daqueles associados à ansiedade. “Jogar uma água no rosto, enfim, qualquer coisa que for útil para despertar a flexibilidade. Relaxe!”, aconselha.

  • Saiba esperar

Vivemos em uma sociedade com muita pressa, que se esquece da importância de respeitar o ritmo da natureza, do amadurecimento. Muitas vezes, queremos algo para o qual não estamos prontos, ou desejamos coisas que ainda estão em construção de relacionamentos, por exemplo. Lembre-se: tudo tem o seu tempo, e aprender a esperar pode ser um ótimo exercício para controlar a ansiedade.

Texto: Redação Alto Astral | Consultoria: Adriana Serrano, psicóloga

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

Ao assinar nossa newsletter, você concorda com os termos de uso do site.