Angra dos Reis: diversidade marinha e as águas cristalinas atraem turistas do mundo todo

Angra dos Reis é um reduto que reúne belezas naturais deslumbrantes. Saiba como aproveitar o melhor desse paraíso brasileiro!

None

por Redação Alto Astral
Publicado em 12/08/2016 às 13:05
Atualizado às 14:03

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

Angra dos Reis é um reduto que reúne belezas naturais deslumbrantes. São 365 ilhas, oito baías e duas mil praias. Na cidade, os prédios históricos, muitos construídos entre os séculos 17 e 18, são o principal atrativo, mas a cidade oferece muito mais. Saiba como aproveitar o melhor desse paraíso brasileiro!

angra

Ilha Grande

A melhor maneira de conhecer Angra dos Reis é de barco, que permite visitar cenários variados e indescritíveis obras da natureza. Ilha Grande, a maior e mais famosa, merece destaque especial. Escolhida como uma das 10 melhores ilhas do mundo, contempla 106 praias – algumas ainda pouco exploradas. Quem deseja conhecer o local mais a fundo encontra um paraíso para o mergulho, com grutas, barcos naufragados e uma diversificada vida marinha. São tartarugas, moluscos, crustáceos e peixes que deixam a exploração mais colorida e prazerosa. A fauna e a flora são tão ricas quanto as da Mata Atlântica e embelezam toda a costa de Angra.

Centro histórico

De volta à terra firme, aprecie o Centro Histórico, com conventos, igrejas e casarões. Reserve tempo para visitar o Museu de Arte Sacra, as construções do morro de Santo Antônio, o convento São Bernardino e a Capela de São Francisco.

FOTOS: Divulgação

FOTOS: Divulgação

Onde ir

Passeios de escuna: normalmente, fazem dois roteiros: um que visita as ilhas Cataguases, Botinas, Gipóia e a Lagoa Azul; e o outro que contempla Ilha Grande e Japaris.
Igreja Nossa Senhora da Lapa: construída em 1752, reúne o mais importante acervo de arte sacra do estado, no Museu de Arte Sacra. O espaço, tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN), tem cerca de dois mil itens, que datam entre os séculos 17 e 20.
Ilha da Gipóia: É a segunda maior ilha da baía e está localizada a 30 minutos do centro da cidade.


VEJA MAIS

TAGS

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

Ao assinar nossa newsletter, você concorda com os termos de uso do site.