Alongamentos para prevenir LER: aprenda a prevenir as lesões!

As Lesões por Esforço Repetitivo (LER) podem ser responsáveis por afastamentos do trabalho, dor excessiva e muitos outros problemas. Apesar de parecer difícil de aparecerem, elas são muito comuns, principalmente em quem trabalha em escritórios e passa boa parte do expediente digitando. Conheça alguns alongamentos para prevenir LER!

None
Os alongamentos são muito importantes na hora de prevenir lesões e evitar dores! FOTO: Shutterstock.com

por Redação Alto Astral
Publicado em 18/12/2017 às 09:00
Atualizado às 09:00

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

Seja depois de acordar, após os exercícios ou mesmo em curtos intervalos durante o trabalho, o alongamento ajuda a relaxar os músculos e previne problemas como dores, lesões e até estresse. O trabalho ou o estudo, especialmente em frente a um computador ou que exija movimentos repetitivos é um período em que a pessoa também pode ficar fisicamente sobrecarregada, tanto pela má postura como pelas tensões cotidianas. Por isso, é importante dar um intervalo e realizar pequenos exercícios que irão aliviar os músculos, nervos e tendões envolvidos nos movimentos das mãos, braços, ombros, cabeça, costas e suas articulações envolvidas. Quer saber mais sobre a importância dos alongamentos para prevenir LER? Confira a seguir!

Por que alongar?

Além de combater o cansaço, você também estará se precavendo de uma lesão mais séria como uma tendinite ou bursite, problemas motivados pelos chamados Distúrbios Osteo-musculares Relacionados ao Trabalho (DORT) ou Lesões por Esforço Repetitivo (LER). Em algumas empresas, existem profissionais capacitados para passar exercícios aos funcionários e prevenir esses problemas. Mas só o fato de se levantar cinco minutinhos para um café e um alongamento rápido já colaboram com a saúde.


Além do LER, os alongamentos também podem prevenir dores crônicas nas costas e evitar que diversos problemas apareçam!


Como fazer?

  • Flexão das pontas dos dedos
    Estique um braço, estenda a mão e junte os dedos com a palma da mão, incluindo o polegar. Force os dedos contra o antebraço, mantendo-os na posição por alguns segundos, depois solte-os. Repita na outra mão.
  • Flexão do punho
    Mantenha o braço esticado e dobre o punho para baixo com o auxílio do outro braço.
  • Rotação do punho
    Com o braço esticado, feche os punhos segurando o polegar e gire-os vagarosamente durante 5 segundos no sentido horário e depois no anti-horário.
  • Pescoço
    Relaxe os ombros e puxe levemente a cabeça para um dos lados com a ajuda do braço. Repita do outro lado.

Texto: Redação Alto Astral

LEIA TAMBÉM:

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

Ao assinar nossa newsletter, você concorda com os termos de uso do site.