Fígado gorduroso? Confira os alimentos que combatem o problema!

O melhor modo de lutar contra o problema do fígado gorduroso é através de uma alimentação saudável. Confira os melhores aliados nessa luta!

None
FOTO: Shutterstock

por Redação Alto Astral
Publicado em 01/11/2016 às 11:23
Atualizado às 11:52

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

O fígado gorduroso – ou esteatose hepática – é uma doença que se caracteriza pelo acúmulo de gordura no órgão. Se a doença não for diagnosticada a tempo, o fígado pode inchar bastante e evoluir para uma cirrose. Porém, não existe um tratamento específico para essa situação, há apenas formas de prevenção e de impedir a sua evolução. Uma delas é a mudança de hábitos alimentares, a diminuição do peso corporal e a prática regular de exercícios físicos.

figado-gorduroso

FOTO: Shutterstock

As principais causas do fígado gorduroso são a ingestão exagerada de alimentos ricos em gordura – que aumentam o colesterol e sobrecarregam o órgão – e o alcoolismo. A doença pode também estar associada a outras, como o diabetes, a hipertensão e a obesidade.
Por isso, segundo a nutricionista Ana Paula Martins, o recomendado para quem possui esse problema é ter uma alimentação mais saudável, dando preferência a alimentos com baixo teor de gordura. Os doces e o álcool também devem ser evitados, e a nova dieta deve ser rica em proteínas e em fibras, como gérmen de trigo, aveia e granola.

Alcachofra

Possui acinarina, ácido cafeico e luteolina. Elas estimulam a produção da bile hepática, formando os sais biliares e auxiliando no bom controle do colesterol. Contém também um princípio ativo que possui propriedades hepatoprotetoras e regeneradoras das células hepáticas. “Devido ao seu potencial de detoxificação, ela auxilia no bom funcionamento do intestino e do organismo, melhorando e aumentando a termogênese, podendo ajudar, assim, na queima calórica e, consequentemente, na perda de peso corporal”, explica a nutricionista Andrezza Fernande.

alcachofra

FOTO: IngramPublishing/OtherImages

Dente-de-leão

Uma planta com função anti-inflamatória muito importante no tratamento hepático”, diz Andrezza. Ela auxilia na remoção das toxinas e, também, na diurese, melhorando a retenção de líquidos no corpo. “O suco de folhas de dente-de-leão elimina resíduos do fígado e melhora o funcionamento da bile”, acrescenta Ana Paula.

Couve, brócolis, agrião, mostarda e repolho

Fornecem glicosilanatos – que eliminam substancias químicas –, além de nutrientes como o enxofre, que ajuda a ‘limpar’ o fígado.

Alho e cebola

“Eles possuem compostos enxofrados, como a alicina, sulfetos e ajoeno, que têm ação protetora e antioxidante comprovadas”, explica Andrezza.

alho-cebola

FOTO: iStock.com/Getty Images

Aloe vera

“Não poderia deixar de citar, pois gosto muitos dos resultados desta planta, não somente no tratamento hepático, mas nos seus vários benefícios a saúde”, comenta Andrezza. Vale lembrar que ela não deve ser manipulada caseiramente, pois a sua casca tem uma substancia tóxica, que pode causar muita irritação no intestino e até problemas mais graves. No fígado, ela age na remoção das toxinas e na regeneração hepática devido ao seu grande potencial anti-inflamatório – por conter prostaglandinas – e antioxidande – devido ação da enzima superóxido desmutase.

Gengibre

“O gengibre regula as secreções liberadas pelo fígado devido a sua ação adstringente”, explica Ana Paula. Ele pode ser ralado ou adicionado a sucos e chás.

gengibre

FOTO: iStock.com/Getty Images

Açafrão

“É o tempero favorito do fígado”, comenta Andrezza. A curcumina presente no açafrão-da-terra apresenta potentes efeitos anti-inflamatórios, antioxidantes e antimutagênicos. Por isso, tente adicionar um pouco desse desintoxicante ao seu prato.

Texto: Redação Alto Astral

Consultoria: Andrezza Fernande e Ana Paula Martins, nutricionistas

LEIA MAIS

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

Ao assinar nossa newsletter, você concorda com os termos de uso do site.