ESTILO DE VIDA

Alimentos congelados: aposte na ideia e ganhe tempo na dieta

Ideal para quem não tem tempo de cozinhar, os alimentos congelados podem ser muito nutritivos, ajudar a emagrecer, além de ajudá-la a economizar.

None
Foto: iStock.com/Getty Images

por Redação Alto Astral
Publicado em 09/09/2016 às 17:55
Atualizado às 14:46

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

Mesmo quando os cardápios são saborosos, há um probleminha que pode comprometer a dieta: falta de tempo. Isso porque os pratos sugeridos para consumo demandam que você reserve um período do dia para a cozinha, coisa que nem sempre é possível. Por esse motivo, diversas empresas estão se especializando em vender alimentos congelados de baixa caloria separados por refeições. “O objetivo do kit é facilitar a vida das pessoas que querem emagrecer, mas tem dificuldade ou falta de tempo para elaborar ou escolher seu menu. Como todos os pratos já vem prontos, balanceados e na quantidade certa, fica fácil seguir a dieta”, justifica Juliana Mayo, nutricionista do Frozen Spa Congelados Diet.

Gavetas de geladeira com porções de alimentos congelados de beterraba, ervilha e laranja

Foto: iStock.com/Getty Images

Praticidade e economia

O cardápio de  alimentos congelados pode ser de uma semana ou de um dia, como é o caso do programa oferecido pelo Frozen Spa que contém seis refeições líquidas. As refeições são balanceadas entre 1.000 e 1.200 calorias diárias e possuem a vantagem de oferecer uma alimentação diversificada. Quanto aos preços*, há pacotes promocionais compostos de almoço e jantar para sete dias a partir de R$ 400. Já um cardápio líquido para um dia sai, em média, R$ 90.

VEJA TAMBÉM

Confira 27 alimentos que possuem calorias negativas!

Por que legumes e verduras não podem faltar na dieta?

Compra magrinha: economize na hora da dieta

Aprendendo a congelar

Você também pode congelar suas refeições em casa. Além de representar uma economia, você evita exagerar nas calorias. Para isso, porém, é preciso tomar alguns cuidados. Coloque os alimentos em recipientes de plástico até a tampa ou passe uma folha de papel-alumínio antes de fechá-los. Com isso, você impede que se forme uma camada de gelo na comida. Há alimentos que não devem ser congelados, pois o processo pode comprometer seu sabor e consistência. É o caso de maionese, gelatinas, claras em neve, ovos cozidos, creme de leite e curau. “Não devem ser congelados nem isoladamente nem em receitas. A dica é adicioná-los somente após o descongelamento e aquecimento do prato”, orienta a nutricionista Ângela Cardoso, de Bauru (SP). Já vegetais devem ser escaldados em água fervente por alguns minutos antes de serem levados ao freezer.

Texto: Leonardo Valle/Colaborador Consultoria: Juliana Mayo, nutricionista da Frozen Spa Congelados Light; Ângela Cardoso, nutricionista de Bauru (SP); *valores arredondados