ESTILO DE VIDA

Aprenda a fazer combinações nutritivas com os alimentos e emagreça!

Aprenda como fazer combinações nutritivas na hora da fome e conheça o poder de associar alimentos para a saúde e para o emagrecimento!

None
Foto: iStock.com/Getty Images

por Redação Alto Astral
Publicado em 04/10/2016 às 19:15
Atualizado às 14:49

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

Você sabia que para tirar melhor proveito dos alimentos é preciso apostar em combinações nutritivas? Pois é! Mas não basta come-los todos juntos. Existem alguns critérios para as combinações, pois alguns alimentos, quando combinados, acabam anulando algumas propriedades uns dos outros. Para explicar melhor o assunto, consultamos a médica ortomolecular Heloísa Rocha, que deu alguns exemplos de “casamentos perfeitos”. Confira!

Melão e melancia cortados

Foto: iStock.com/Getty Images

Combinações nutritivas de sementes germinadas e brotos + frutas

Com o processo da germinação, as sementes tornam-se neutras. Combinam com todos os alimentos. Dê preferência à união das sementes oleaginosas, como amendoim, lentilha e semente de girassol, com as frutas. Com sua elevada riqueza em enzimas, elas facilitam, com folga, todo o processo de digestão.

Hortaliças + frutas

Verduras, legumes, raízes, flores e ervas são exemplos de combinações nutritivas. Abacate, maçã e limão são as frutas que melhor acompanham as hortaliças.

Frutas doces

Banana, caqui, figo, jaca, tâmara, uva moscatel, fruta-do-conde e frutas secas em geral combinam entre si. Frutas cítricas, como maçã, uva, pera, ameixa, abacaxi, tangerina, laranja, manga, graviola, maracujá, goiaba e kiwi também são exemplos de frutas que podem ser agrupadas. As frutas neutras: abacate, mamão e limão rendem ótimas misturas quando associadas Melão e melancia devem ser consumidos sozinhos, com limão ou ervas frescas, como a hortelã e o funcho.

Feijoada + laranja

A fruta ajuda na digestão da feijoada. Como é ácida, a laranja diminui o pH (índice de acidez) do estômago, favorece a quebra dos alimentos em partículas e facilita a anexação de nutrientes.

Azeite + orégano ou manjericão

As massas sempre pedem um molho apetitoso. Nesse caso, nada melhor do que o azeite com ervas, pois na gordura elas liberam melhor seus princípios ativos. As características estimulantes das funções gástricas do orégano serão realçadas, assim como as propriedades calmantes e diuréticas do manjericão.

Carne de churrasco + brócolis

O carvão da churrasqueira libera toxinas que se formam naquela casquinha torrada da carne. O brócolis possui um antioxidante que potencializa a excreção dessas substâncias tóxicas pelo fígado.

Arroz + feijão

Ricos em aminoácidos, formam proteínas importantes para o bom funcionamento do organismo. Os minerais e as vitaminas contidos nessa combinação ajudam no equilíbrio metabólico e intestinal. Para melhorar o efeito, você pode substituir o arroz tradicional pelo integral, que possui muito mais fibras.

LEIA TAMBÉM

Texto: Gabriel Pelosi Consultoria: Heloisa Rocha, médica ortomolecular de São Paulo (SP)