Alimentos amarelos: seus antioxidantes são aliados da saúde ocular

Alimentos amarelos possuem antioxidantes que protegem a visão da ação dos radicais livres. Saiba quais são eles e onde encontrar!

None
FOTO: Shutterstock.com

por Redação Alto Astral
Publicado em 20/03/2017 às 12:34
Atualizado às 13:38

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

Proteger integralmente a saúde contra a ação dos radicais livres é função dos alimentos antioxidantes. Mas alguns têm seus efeitos benéficos mais destacados na defesa de partes específicas do organismo, como os alimentos amarelos, que atuam principalmente na manutenção da visão. “Esses alimentos são ricos em vitaminas E e do complexo B e contêm carotenoides como a zeaxantina e a luteína, pigmentos vegetais com ação antioxidante que protegem a saúde ocular”, explica a nutricionista Greice Caroline Baggio.

Alguns alimentos amarelos possuem antioxidantes que protegem os olhos

Alguns antioxidantes presentes nos alimentos amarelos, como é o caso da luteín, protegem os olhos da ação dos radicais livres e são grandes aliados da visão. FOTO: Shutterstock.com

Nutrientes para a visão

Zeaxantina e luteína fazem bem aos olhos porque estão presentes na composição da retina. A falta desses nutrientes pode causar degeneração macular relacionada à idade (DMRI) e catarata. A zeaxantina, encontrada em alimentos como milho, pimentão amarelo, pera, abacate, banana, gema de ovo e melão, ajuda a proteger os olhos da ação nociva dos raios ultravioletas e dos radicais livres, preservando a visão.


A retina é a estrutura ocular que recebe as ondas de luz externas e as converte em impulsos nervosos, transformados em percepções visuais pelo cérebro.


Alimentos amarelos poderosos

  • Milho: riquíssimo em carotenoides como a zeaxantina e a luteína, ainda oferece outros nutrientes antioxidantes, sendo os principais a vitamina E e as do complexo B.
  • Pimentão amarelo: dos alimentos amarelos que auxiliam no combate aos radicais livres, o pimentão tem ainda a vantagem de conter capsaicina, mesma substância que dá o sabor picante às pimentas e que tem efeito poderoso no combate ao envelhecimento celular.
  • Pera: similar à vitamina E, o ácido ferúlico encontrado na pera é um antioxidante que atua especialmente sobre o estresse, que, em excesso, pode causar danos às células (estresse oxidativo).
  • Gema de ovo: luteína, zeaxantina e vitamina E são os principais agentes antioxidantes presentes na gema de ovo, que tem ainda a colina, substância responsável pela formação e proteção do tecido cerebral. E não se preocupe com o mito de aumento do colesterol causado pelo consumo desse alimento, já que está comprovado cientificamente que ele é rico em gorduras benéficas.
  • Abacate: vitaminas C e E, além de carotenoides, fazem dessa fruta uma ótima aliada no combate aos radicais livres, evitando mutações celulares que podem levar ao câncer. Esses nutrientes, somados às proteínas e às gorduras monoinsaturadas, ainda garantem hidratação e elasticidade para pele e cabelos, tão prejudicados pela oxidação celular.
  • Banana: mais do que prevenir cãibras (graças ao potássio), a banana tem as vitaminas C e do complexo B e polifenóis, que evitam doenças cardiovasculares e neurodegenerativas.

Texto: Redação Alto Astral

Consultoria: Greice Caroline Baggio, nutricionista

LEIA TAMBÉM:

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

Ao assinar nossa newsletter, você concorda com os termos de uso do site.