Alimentação para treinos: o que comer antes e depois?

Como deve ser a alimentação para treinos? Será que é preciso excluir os carboidratos do cardápio? Descubra isso e muito mais!

None
A alimentação é importante para dar ao corpo os nutrientes necessários para turbinar os treinos. Foto iStock.com/Getty Images

por Redação Alto Astral
Publicado em 02/06/2017 às 09:13
Atualizado às 09:13

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

Claro que dar o primeiro passo é essencial para que você evolua na corrida, mas o ato não deve ser isolado. Isso porque, se a mudança não ocorre também no cardápio, é difícil ir mais longe. “Tanto para quem corre, quanto para quem pratica outras atividades físicas regularmente, o consumo de quantidades adequadas de carboidratos e proteínas é fundamental para a atingir melhores resultados”, indica a nutricionista Gisele Pavin. E isso não é só: além desses nutrientes, é importante resguardar porções satisfatórias de gorduras boas, vitaminas, minerais e uma boa hidratação. “Ou seja, para o corpo funcionar corretamente e para ter uma melhor performance, a alimentação para treinos deve ser balanceada como um todo”, completa a profissional.

Regra de ouro

Ao correr, o corpo exerce uma força nos músculos, que precisam estar sadios e bem alimentamos para responder ao exercício. Por isso, os alimentos do grupo de carboidratos são interessantes para o pré-treino, pois dão a energia necessária para o primeiro impacto, assim como as proteínas são ideais para o pós-treino, uma vez que ajudam na recuperação muscular.

Essa indicação alimentar é a primeira regra para favorecer a saúde dos músculos e evitar lesões, além de potencializar o desempenho. Entretanto, vale buscar auxílio profissional para promover uma dieta individualizada, considerando o consumo alimentar, composição corporal, frequência, tipo e tempo em que o exercício físico é realizado.

Antes de começar a se exercitar, é preciso saber sobre como manter uma alimentação para treinos.

Antes de começar a se exercitar, é preciso saber sobre como manter uma alimentação para treinos. FOTO: Reprodução

Passo a passo da alimentação para treinos

1 hora antes: invista no consumo de carboidratos de moderado a baixo índice glicêmico para evitar a queda de açúcar no sangue (hipoglicemia) durante o treino. Exemplo de alimentos são frutas – exceto melancia – aveia, pão de centeio, iogurte de frutas e batata-doce.

15 minutos antes: recomenda-se o consumo de carboidratos de alto índice glicêmico, ou seja, fontes de energia rápida, como tapioca e mel.

Durante: vale a mesma orientação que para os 15 minutos antes da corrida, reforçando a importância da hidratação, seja com água ou bebidas isotônicas.

15 minutos após: carboidratos de médio e alto índice glicêmico, como suco de maçã, laranja e biscoito água e sal combinados com proteínas, representadas por leite desnatado, queijos magros, iogurte, peito de frango, peixes e feijões.

LEIA TAMBÉM:

TAGS