ESTILO DE VIDA

Alimentação para grávidas: dicas do Dr. Bactéria

É preciso atentar-se na alimentação para grávidas: o preparo, armazenamento e descongelamento correto são preocupações essenciais.

None
Cuidado com o armazenamento de alimentos para grávidas | FOTO: Shutterstock

por Redação Alto Astral
Publicado em 28/04/2017 às 10:40
Atualizado às 14:00

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

É preciso se atentar na alimentação para grávidas, pois a criança receberá o que a futura mamãe ingerir. “A manipulação dos alimentos destinados às mulheres grávidas deve ser efetuada com uma série de cuidados e recomendações. Qualquer enfermidade em uma gestante pode afetar sua criança ao nascer, cujo sistema imune é também imaturo para desenvolver uma resistência adequada”, ressalta o biomédico Roberto Martins Figueiredo, o Dr. Bactéria. Que tal saber mais sobre os cuidados necessários na gestação?

Na hora da compra

Evite latas, vasilhas ou jarras de vidros com dentes, rachaduras ou tampas estufadas, pois podem indicar a presença de micro-organismos prejudiciais.

Armazenamento e descongelamento

Os alimentos perecíveis devem ser pegos por último no supermercado e, quando sair do estabelecimento, vá direto para casa para evitar que eles estraguem. Estoque enlatados em local fresco e seco e utilize no período de um ano. Nunca guarde alimentos sobre o fogão ou debaixo da pia. Para descongelar, tire do freezer e deixe dentro da geladeira, em uma bacia. Outra opção é utilizar o micro-ondas. Nunca descongele alimentos em pias ou balcões, pois as bactérias se multiplicam em temperaturas ambientes.

A alimentação para grávidas precisa de preparos saudáveis

Quando for preparar os alimentos, não deixe-os fora da geladeira por mais de 2 horas. “Divida os alimentos em recipientes rasos para rápido resfriamento. Refrigere prontamente. Para bufês, mantenha os alimentos frios, frios, e alimentos quentes, quentes”, ensina Dr. Bactéria. Antes de comer, verifique se as carnes (peixe, frango, porco ou boi) estão bem cozidas, sem nenhuma parte avermelhada. “Use um termômetro para estar certo que os alimentos alcançaram 720ºC para eliminar alguma bactéria presente. Aves inteiras devem alcançar 820ºC; peitos, 770ºC. Os ovos deviam ser bem cozidos, tanto a gema quanto a clara e esta deve-se apresentar branca”, explica.

Limpe corretamente

Antes e depois de manipular carnes ou aves cruas, lave as mãos, talheres e tábuas com água morna e saponáceo, que é um tipo de sabão mais potente. As tábuas, tanto de plástico quanto de madeira, devem ser limpas com uma solução de 1 colher (chá) de alvejante à base de cloro por litro de água.

LEIA TAMBÉM: