A separação não deve interferir na vida do filho: entenda a alienação parental

Alienação parental é papo sério. Colocar o filho contra o pai ou mãe pode criar grandes traumas em quem cresce sob essas condições. Entenda!

None
Foto: iStock

por Redação Alto Astral
Publicado em 23/05/2018 às 12:38
Atualizado às 13:53

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

Alienação parental é o problema causado quando, por conta de uma separação, o pai ou a mãe “faz a cabeça” do filho contra o outro. E esse assunto é sério, já que as consequências podem ser muito graves. Trauma não é frescura e o desafeto pode gerar problemas no desenvolvimento pessoal e/ou familiar da criança ou jovem.

Para prestar atenção aos sinais e entender o que a lei fala sobre o assunto, a advogada Débora Spagnol, articulista dos sites jurídicos Jusbrasil e Empório do Direito e pesquisadora da CEECrimes Digitais, e o psicólogo Fernando Parede, pós-graduado em Psicologia Clínica pelo IPPESP, bateram um papo aberto e bastante explicativo sobre o tema.

Orientações que poderão ajudar você a identificar uma situação de alienação parental:

Entrevistas: Loyce Policastro/Colaboradora – Design: Isadora de Andrade/Colaboradora

LEIA TAMBÉM:

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

Ao assinar nossa newsletter, você concorda com os termos de uso do site.