ESTILO DE VIDA

Acupuntura e música auxiliam o tratamento da depressão

Opções como a acupuntura e musicoterapia são aliadas na luta contra a depressão. Veja os benefícios dessas atividades para o corpo e a mente.

None
Foto: Istock/Getty Images

por Redação Alto Astral
Publicado em 23/08/2016 às 19:31
Atualizado às 20:59

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

Além do tratamento com especialistas em saúde mental, outras técnicas menos associadas ao controle da depressão possuem potencial para aliviar os sintomas e mudar a postura, o pensamento e o comportamento dos pacientes.

Técnica oriental

Uma das opções que surgem para auxiliar quem se encontra num quadro depressivo é a acupuntura. De acordo com o acupunturista Rubenildo Coutinho, há dois mecanismos por meio dos quais essa prática pode ser útil. “Há o energético, que consiste no equilíbrio dos canais por onde a energia do corpo transcorre, e o fisiológico, que libera substâncias analgésicas, anti-inflamatórias, relaxantes musculares, além de ter uma ação moduladora sobre as emoções e distúrbios como a depressão e a ansiedade, ao estimular a produção de hormônios como a serotonina e a endorfina”, esclarece.

acupuntura-para-relaxar

Foto: Istock/Getty Images

Coutinho relata que a técnica empregada inclui estímulos com agulhas ou laser em determinados locais da pele — os chamados pontos de acupuntura — que são escolhidos para tratar a depressão.

Força que vem do som

Ao descrever seu ramo de atuação, a musicoterapeuta Maria Isabel da Penha Sinegaglia relata que “a música — composta de três elementos (melodia, harmonia e ritmo) — tem o poder de transpor barreiras emocionais e organizar o interior do indivíduo. É indicada para prevenção e tratamento das doenças físicas, emocionais, psíquicas e comportamentais”.

Dessa forma, a musicoterapia pode agir de forma efetiva na luta contra a depressão. “Tudo porque ela trata as causas emocionais com sonoridades específicas para cada pessoa, e as causas fisiológicas são tratadas com sons que promovem o aumento da oxigenação no sangue e, por consequência, uma maior oxigenação cerebral”, finaliza a especialista.

Veja mais:

Como o funcionamento do cérebro influencia a depressão?

Agulhas mágicas: invista na acupuntura contra a insônia!

Meditação e prática esportiva: aliados contra a depressão

Consultorias: Maria Isabel da Penha Sinegaglia, musicoterapeuta no Instituto MATOBA, em Osasco (SP); Rubenildo Coutinho, acupunturista no Centro Multidisciplinar Fluminense, no Rio de Janeiro (RJ).

Texto: Victor Santos e Vitor Manfio/Colaborador – Entrevistas: Ricardo Piccinato – Edição: Augusto Biason/Colaborador