ESTILO DE VIDA

Açúcar e sal: quanto consumir?

Não precisa abolir de vez o sal e o açúcar da alimentação! Saiba a quantia certa de consumo desses ingredientes para evitar o inchaço e o aumento de peso.

None
FOTO: Shutterstock

por Redação Alto Astral
Publicado em 12/08/2016 às 19:39
Atualizado às 21:00

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

Não precisa abolir de vez o sal e o açúcar da alimentação! Basta ter uma ingestão moderada desses ingredientes para evitar o inchaço e o aumento de peso. Além disso, sal e açúcar em excesso podem causar doenças como hipertensão e diabetes. É interessante consumi-los em pouca quantidade ou, então, substituí-los por outros produtos naturais, que trarão benefícios para o organismo. Veja quanto consumir!

sal-quanto-consumir-por-dia

FOTO: Shutterstock

Saiba mais!

9 temperos naturais para substituir o sal

O que acontece com quem come sal em excesso?

Conheça os tipos de açúcar

Sal

Presente na maioria dos pratos, o sal é rico em sódio, um nutriente essencial para o organismo, pois controla o volume sanguíneo, mantendo o bom funcionamento do sistema cardiovascular. Porém, em demasia, ele sobrecarrega os rins, causando a retenção de água e o aumento da pressão arterial (hipertensão). Outra desvantagem ao exagerar no sal é o risco de desencadear infarto, isquemia cerebral e insuficiência renal.
Segundo a nutricionista Paula dos Santos Ribeiro, para diminuir o consumo de sal durante o dia, ele deve ser retirado da mesa como medida preventiva. “Coloque no saleiro uma mistura de ervas e especiarias do seu gosto e também deixe sempre pedaços de limão à mesa”, sugere. Além disso, substitua o sal por temperos naturais, como salsinha, cebola, alho, orégano, hortelã e coentro no preparo dos pratos. Outras dicas da especialista são sempre ler os rótulos dos alimentos para saber quais possuem altos índices de sódio e ingerir mais vegetais, legumes e frutas.

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), deve-se ingerir entre 4 a 6 gramas de sal por dia!

quanto-consumir-de-açúcar-por-dia

FOTO: Shutterstock

Açúcar

Sua versão refinada é um perigoso ingrediente para a saúde, porque é facilmente liberado no sangue, elevando o nível de glicose, caso seja consumido em doses pouco equilibradas. Quando isso acontece, o organismo precisa liberar insulina para remover o excesso da substância, processo que, se repetido por muitas vezes, pode gerar o quadro de pré-diabetes ou causar o diabetes tipo 2. Seu consumo também favorece o aparecimentode doenças como pressão alta e uma série de distúrbios gastrointestinais, além de problemas relacionados à obesidade. Dessa forma, todo cuidado é pouco com essa substância.
Por ser considerado um dos vilões da alimentação, o ideal é que o açúcar do tipo refinado seja substituído por mel, açúcar mascavo ou adoçantes à base de stévia, que não agridem a saúde e ajudam a deixar as preparações mais saudáveis. “A ingestão exagerada de açúcar provoca fome, aumenta o peso, eleva o nível dos triglicerídeos e, consequentemente, gera o entupimento de vasos sanguíneos. Como promove acidez, pode causar uma série de doenças já que, quanto mais ácido o alimento, mais chances de determinados micro-organismos (vírus, bactérias e fungos) se proliferarem, desencadeando enfermidades”, acrescenta a nutricionista Luciana Carneiro.

Ainda de acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), deve-se ingerir no máximo 25g de açúcar por dia!

Consultoria: Luciana Carneiro e Paula dos Santos Ribeiro, nutricionistas