5 fatos que você não sabia sobre autismo

Saiba mais sobre o autismo, que ainda é um mistério para a medicina. Sabia que não se trata de uma doença?

None
Foto: Shutterstock Images

por Redação Alto Astral
Publicado em 28/07/2016 às 19:04
Atualizado às 11:27

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

Para muitos pais, mais difícil do que receber o diagnóstico dos filhos, é entender o que é o autismo. Assim, não é só a busca por terapias adequadas que preocupa os familiares, mas também a falta de informação. Veja alguns dados sobre o Transtorno do Espectro Autista (TEA):

1. O autismo não é uma doença

Trata-se de um transtorno – Transtorno do Espectro Autista (TEA). O autismo não é considerado uma doença e sim um distúrbio no neurodesenvolvimento. Também não é considerado uma síndrome, pois para isso é preciso conhecer o gene causador e saber exatamente o quadro clínico, fato que não corresponde com a realidade do TEA.

2. Há um Dia Mundial de Conscientização do Autismo

Decretado pela Organização das Nações Unidas (ONU), o dia 2 de abril é direcionado para a união de pais, profissionais e governantes na conscientização, alerta e disseminação de informações sobre o TEA.

autismo

Foto: Shutterstock Images

3. Há mais de 70 milhões de autistas no mundo

Esse dado é uma extimativa da Organização das Nações Unidas (ONU), publicado em 2010. Uma pesquisa do governo dos Estados Unidos, publicada em 2014, com informações coletadas em 2010, apontou que uma em cada 68 crianças com até oito anos é autista.

4. É mais frequente em meninos

Estima-se que o autismo é quatro vezes mais frequente em pessoas do sexo masculino. De acordo com um estudo realizado, em 2014, pelos Centros de Controle e Prevenção de Doenças (em inglês, Centers for Disease Control and Prevention ou CDC), nos Estados Unidos, há uma maior probabilidade dos meninos (um a cada 42) serem identificados com TEA do que garotas (uma em 189). No entanto, geralmente, meninas apresentam menos obstáculos para interagir socialmente. A cência ainda não sabe o motivo dessa diferença.

5. O azul é a cor símbolo do transtorno

Devido ao fato do autismo ser mais comum em meninos, o azul é considerado a cor que representa o autismo. Além disso, um laço formado por peças de quebra-cabeça foi eleito como símbolo do mistério e complexidade do transtorno.

Saiba mais!

5 mitos e verdades sobre autistas

Saiba quem é Temple Grandin: a autista que virou filme

Crianças autistas: um guia para mães

Texto e edição: Érica Aguiar e Natália Negretti

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

Ao assinar nossa newsletter, você concorda com os termos de uso do site.