ESTILO DE VIDA

5 dicas para reduzir o abdômen

Confira algumas dicas para alcançar a barriga dos sonhos e perder alguns quilinhos indesejados. Essa transformação depende de você.

None
Foto iStock.com/Getty Images

por Redação Alto Astral
Publicado em 29/08/2016 às 19:50
Atualizado às 20:59

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

O tão sonhado abdômen definido nunca foi tão desejado como agora. Além de opção estética, ele também é sinal de saúde e bem-estar. Confira 5 dicas que vão ajudar a ter a barriguinha dos sonhos!

Mulher, ginástica, exercícios

Foto iStock.com/Getty Images

1 – Melhore a postura

Ficar muito tempo sentado trabalhando ou estudando favorece a barriguinha saliente. Por isso, é importante atentar-se à postura: ajuste a cadeira de modo que quadris e joelhos formem um ângulo de 90 graus, mantendo a sola dos pés encostada no chão ou em algum apoio, e os antebraços apoiados na mesa. Mantenha a coluna ereta também quando estiver de pé.

2 – Beba bastante água

A falta de água faz o corpo reter líquidos, o que aumenta o inchaço. A dica é manter uma garrafinha sempre à mão para se lembrar de ingerir água fresca durante o dia. Não espere sentir sede: se percebeu que ficou muito tempo sem beber água, consuma pelo menos um copo pequeno.

3 – Aposte em chás diuréticos

Cavalinha, hibisco e chá verde são alguns exemplos de chás que ajudam a combater inchaço. De duas a quatro xícaras por dia é o suficiente para obter os benefícios. Evite consumir em excesso e, se for gestante ou apresentar pressão arterial elevada, consulte um médico ou nutricionista antes de incluir os chás na rotina.

4 – Evite bebidas com gás

Não adianta ser refrigerante zero: mesmo essa opção, além das águas saborizadas, estufa a barriga pela grande quantidade de gás que contém. Os refrigerantes sem açúcar, aliás, possuem alta quantidade de sódio e de adoçantes artificiais, que prejudicam a saúde se forem consumidos em excesso. Corte esse hábito do seu dia a dia e prefira sempre a água pura.

Café da Manhã, suco de laranja, mel, pão, cereais, café, ovo, frutas

Foto shutterstock.com

5 – Fracione as refeições

“Ao ficar sem alimentos, o corpo tende a poupar energia e uma das maneiras para isso é deixar o metabolismo mais lento”, revela a nutricionista Luana Vasconcelos. Para começar, não pule o café da manhã – essa refeição é de extrema importância, já que o corpo ficou em jejum por cerca de 8 horas e necessita de energia para as tarefas diárias. Prefira comer pouca quantidade várias vezes ao dia, então, entre o almoço e o jantar, realize pequenos lanches.

Saiba mais:

5 aplicativos para monitorar seus exercícios físicos

Mitos e verdades: barriga e boa forma

Prazer, Pilates! Conheça os 6 princípios básicos da técnica

Consultoria Luana Vasconcelos, nutricionista