5 dicas para fazer uma festa de casamento econômica

Vai subir ao altar, mas a grana está curta? Aprenda a fazer uma festa de casamento econômica e surpreenda seus convidados!!!

None
FOTO: Shuttestock Aposte num buffet diferente para economizar

por Redação Alto Astral
Publicado em 13/04/2017 às 08:00
Atualizado às 12:41

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

Festa de casamento é uma delícia: música, comida e bebida são alguns quesitos que fazem parte do planejamento para o grande dia. A conta, entretanto, pode ficar cara, já que as empresas insistem em superfaturar os valores para os noivos. Para ajudá-la a fazer uma festa de casamento econômica, Leonardo Casartelli, gerente de marketing do iCasei, dá cinco dicas valiosas.

asal de noivos dançando em festa de casamento econômica

FOTO: Shutterstock – Está sem grana? Aposte numa festa de casamento econômica

1. Evite a palavra “casamento” em um primeiro momento

Muitos fornecedores cobram a mais quando se trata de um casamento porque sabem que é uma ocasião especial e falta tempo para organizar o evento. “Os noivos devem segurar a emoção e, pelo menos em um primeiro contato, não citar qual o motivo da festa. Claro que antes de assinar o contrato o fornecedor deverá ser informado, mas, se ele resolver subir o preço do primeiro orçamento, aumenta as chances de barganhar”, recomenda Casartelli.

2. Pense bem sobre o “quando” e o “onde”

O local e a data influenciam (e muito) para fazer uma festa de casamento econômica. “Casar em um sábado à noite é clássico, portanto, mais caro. Considere vésperas de feriados, sextas-feiras, sábados e domingos pela manhã ou à tarde. A festa diurna combina perfeitamente com ar livre, o que diminui custos com iluminação e decoração”, indica. Se possível, faça a cerimônia religiosa, civil e a recepção em um só lugar. Se um dos dois for de uma cidade pequena, confira as opções e os custos, em geral mais amigáveis do que em capitais.

3. Conte com a lista de presentes on-line

Seus convidados podem ajudar mais do que imagina na realização da festa. Já existem sites de casamento que incluem lista virtual de presentes – uma forma moderna de receber quantias para pagar a festa ou mesmo a lua de mel. “Para inovar, inclua pedidos de ajuda com os preparativos, por exemplo: uma sessão de fotos com o amigo fotógrafo; docinhos feitos pelo familiar que cozinha bem etc.”, sugere o especialista.

mesa com comidas em festa de casamento econômica

FOTO: Shuttestock | Aposte num buffet diferente para economizar

4. Comidas e bebidas fora do tradicional

Casamento não precisa ser sinônimo de banquete com filé ao molho madeira. Casais mais descolados podem substituir o bufê tradicional por um coquetel com finger food (aquelas comidinhas em potinhos individuais). Outra ideia é ter ilhas gastronômicas temáticas (feijoada, churrasco, comida mexicana, japonesa, pizza) ou mesmo food trucks (trailers de comida). Faça um self-service de bebidas para contratar menos gar- çons, vale colocar, por exemplo, água, cerveja, refrigerante e sucos em uma banheira com gelo, ou qualquer outro item que combine com a decoração, e deixar os convidados à vontade para se servirem.

5. Lembrancinha para festa de casamento econômica

Quem quer fugir dos clichês das lembrancinhas, como chinelos, bem-casado e acessórios, pode criar um espaço para os convidados e padrinhos tirarem fotos instantâneas tanto para levarem, quanto para colarem em um livro com recados para os noivos. Se fizerem questão de presentear os padrinhos, uma ideia é uma caixinha de doces com uma carta de agradecimento, simples e elegante.

LEIA TAMBÉM: