ESTILO DE VIDA

Trânsito intestinal em dia: 5 dicas para acabar com o intestino preso

Alguns hábitos podem influenciar o bom funcionamento intestinal e acabar com os incômodos do intestino preso. Confira 5 dicas e aposte nelas!

None
Foto Arquivo Alto Astral

por Redação Alto Astral
Publicado em 06/09/2016 às 19:02
Atualizado às 20:58

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

Por mais que as fibras sejam de grande ajuda na hora de colocar o intestino para trabalhar, é importante ter em mente que não existe milagre: sem a adoção de alguns hábitos saudáveis, o processo digestivo trava! Para não correr o risco de ver o volume da barriguinha aumentar ou de ganhar aquelas espinhas inoportunas no rosto, confira a seguir um verdadeiro manual para deixar seu intestino a todo vapor e incorpore nossas dicas no seu dia-a-dia. O resultado poderá ser sentido rapidinho no seu corpo.

mulher com a mão na barriga

Foto Arquivo Alto Astral

1. Beba água

Essa bebida está intimamente ligada ao funcionamento das fibras, além de lubrificar o aparelho digestivo e contribuir com a formação do bolo fecal. Beba pelo menos 2 litros todos os dias.

2. Pratique exercícios

Já está comprovado que os exercícios físicos dão uma mãozinha extra aos movimentos peristálticos intestinais, grandes responsáveis pela eliminação das fezes. E não precisa se acabar na academia: meia hora de caminhada diária já dá conta do recado.

3. Hora certa

Uma dica prática para combater a constipação é acostumar seu intestino a funcionar num determinado horário. Escolha uma hora do dia em que esteja mais tranquila e passe 15 minutos no banheiro esperando-o trabalhar.

Saiba mais:

Dieta: por que nosso cérebro dificulta esse momento?

Os milagres do alho para a saúde

Dicas para quebrar a rotina e turbinar o cérebro

4. Não tome laxativos

Eles viciam o organismo, que se tornará cada vez mais dependente deles. Para piorar, podem agredir a flora intestinal. Evite!

5. Consuma alimentos integrais

Bolos, tortas, pães e outros pratos feitos exclusivamente com farinha branca possuem uma quantidade insignificante de fibras. A saída é trocá-los por alimentos feitos a partir de grãos integrais, que possuem fibras para dar e vender.