ESTILO DE VIDA

5 alimentos ricos em carboidrato para comer antes de correr!

A alimentação rica em carboidrato é ideal para atletas que fazem exercícios que exigem demais do corpo, como corrida de longa distância.

None
FOTO: iStock e Getty Images

por Redação Alto Astral
Publicado em 09/09/2016 às 15:33
Atualizado às 20:57

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

O carboidrato, nutriente encontrado em alimentos como arroz, batata e macarrão, é a fonte mais importante de energia para quem se exercita. Ele é estocado nos músculos e no fígado na forma de glicogênio. Quando o corpo precisa – durante a corrida, por exemplo –, ele é convertido facilmente em glicose, usada, então, para produzir a energia de que o organismo necessita para se manter no pique.

Confira cinco alimentos recomendados pelas nutricionistas Tânia Rodrigues e Pamela Bede para o período que antecede as atividades físicas que exigem muito do corpo, como as corridas!

Alimentos ricos em carboidrato ajudam na prática de exercícios físicos

FOTO: Shutterstock

Fontes de carboidrato para ter em mãos!

Beterraba: é uma opção interessante de alimento de médio índice glicêmico para incrementar a salada de corredores mais chegados a esse tipo de prato. Tratando-se de um vegetal, até que possui boa quantidade de carboidrato (49g em uma porção de 100g). ‘‘O melhor, porém, é que se trata de um alimento rico em nitrato orgânico. Ao ser consumido, é convertido em óxido nítrico, que ativa a circula sanguínea, favorecendo a contração muscular, importante para o movimento’’, diz Pamela.

SAIBA MAIS:

Os melhores exercícios físicos para cada necessidade

5 atividades aeróbicas para turbinar a perda de peso

Opções de exercícios para se divertir e queimar calorias

Cuscuz de tapioca: prato bastante apreciado no nordeste brasileiro, mistura tapioca, leite de coco e leite de vaca. Tem excelente quantidade de carboidrato (só a tapioca possui 88g por porção de 100g). ‘‘É uma boa dica para a semana da prova. Sem o coco ralado, a receita pode fornecer 80% de carboidrato, ou seja, possui uma respeitável carga glicêmica’’, avalia Tânia.

Cuscuz paulista: à base de farinha de milho, trata-se daquele prato que também mistura legumes, ovo e sardinha. Possui médio índice glicêmico e boa carga de carboidrato (25g, em 100g de alimento). Outra opção é a polenta cozida, feita de fubá, que fornece 23 g de carboidrato em 100g.

A quinoa é rica em carboidrato

FOTO: Shutterstock

Quinoa: alimento rico em carboidrato de baixo índice glicêmico, mas boa carga glicêmica (21g por porção de 100g), vai bem na salada ou como substituto do arroz. Como bônus, carrega, ainda, quantidade satisfatória de zinco, um dos minerais mais importantes para o corredor de longa distância por combater os radicais livres, células adulteradas que provocam o envelhecimento precoce do organismo.

Pêssego em caldas: essa deliciosa sobremesa é encontrada facilmente em supermercados. Vem carregada de calorias, evidentemente. Como o objetivo não é deixar você magérrimo, mas fornecer matéria-prima suficiente para que seu organismo produza energia durante a corrida, a dica está valendo. O pêssego é um alimento de médio índice glicêmico e o sabor costuma agradar a maioria dos paladares.

Texto Carlos Amoedo/Colaborador

Consultoria Pamela Bede e Tânia Rodrigues, nutricionistas