ESTILO DE VIDA

Yoga: saiba o que você precisa para aderir à técnica!

Você não precisa ir à um estúdio para praticar yoga! Veja os equipamentos necessários e escolha seu lugar preferido: casa, parque, praia... você decide!

None
Foto Shutterstock.com

por Redação Alto Astral
Publicado em 22/09/2016 às 20:38
Atualizado às 20:57

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

Você não precisa ir a um estúdio para praticar yoga: um espaço reservado, roupa confortável e disposição são os itens essenciais para pôr em prática os fundamentos da prática. Com acompanhante ou sozinho, o ideal é se voltar para seu interior e buscar o máximo equilíbrio entre os corpos. Confira o que você precisa para praticar yoga em casa, no parque ou na praia!

mulher praticando yoga

Foto Shutterstock.com

Equipamentos

Não é preciso muito para meditar e praticar os ásanas em casa. No entanto, alguns componentes ajudam a deixar a prática mais confortável e segura.

Colchonete: essencial para realizar as posições de forma mais confortável, o colchonete também contribui para a segurança, já que alguns movimentos podem levar à queda, evitando, assim, que se machuque. Há também a opção de usar o tatame, maior e não tão prático como o colchonete, mas indicado para quem tem seu lugar reservado na casa para os momentos de yoga.

Espelho: um espelho grande pode ajudar a supervisionar os movimentos, evitando execuções erradas.

Música: há quem prefira fazer no silêncio, ouvindo somente os sons do corpo, mas para quem aprecia uma música de fundo, a dica é escolher a que mais goste e lhe deixe confortável. Mantras, músicas indianas ou qualquer outro estilo são bem-vindos.

Incenso: outro item opcional. Há quem afirme gostar do aroma para se concentrar e ficar mais relaxado, já outras pessoas o dispensam. Vai do gosto pessoal.

Leia também:

Vestimenta

Na hora de escolher o que vestir é preciso ter em mente que o yoga é um momento de bem-estar, de movimento do corpo e, por isso, pede uma roupa confortável e que não prejudique os movimentos dos exercícios.

Leggings, bermudas e shorts: opte por  peças próprias para atividades físicas, feitas com materiais leves. Não devem ser muito largos, pois dificultam a observação dos movimentos, nem muito apertados, para não prejudicar a circulação do sangue.

Camiseta e regata: da mesma forma que as calças e bermudas, as camisetas e regatas devem ser de material leve e nem apertada, nem muito larga.

Nos pés: o ideal é estar descalço para deixar o corpo mais livre e em contato com as outras partes do corpo. No entanto, pode-se usar meias antiderrapantes.

Adereços: brincos grandes, anéis, pulseiras e colares devem ser evitados, pois podem enroscar na roupa ou distrair a atenção, atrapalhando os exercícios. O ideal é prender o cabelo de forma confortável.

Tops: no caso das mulheres, evite usar sutiãs, que podem machucar. Tops do estilo nadador são a melhor opção, pois dão sustentação aos seios e são confortáveis.

Busque orientação!

Antes de iniciar o yoga é imprescindível buscar orientação de um profissional. Somente ele é capacitado para passar as informações corretas da forma de respirar, meditar e fazer os ásanas. Ficar repetindo uma posição errada a vida inteira, por exemplo, pode ser prejudicial. Por isso, é importante frequentar uma aula, pelo menos uma vez na semana, onde o professor irá colocar o corpo em alinhamento. “É importante ter um instrutor qualificado que possa auxiliar semanalmente o praticante. Em casa, sozinho, podem-se cometer erros. No caminho do yoga é de suma importante um mestre para tirar suas dúvidas e guiá-lo de forma correta”, destaca Patrícia.

Texto Natália Negretti | Consultoria Patrícia de Abreu Burgo, instrutora de yoga; Marina Engler, instrutora de yoga