10 dicas para lidar com a sogra e ter paz em casa

Lidar com sogra não é uma tarefa sempre fácil. Se você enfrenta questões familiares, é hora de tentar resolver os problemas.

None
O relacionamento entre nora e sogra nem sempre são fáceis | Foto: Shutterstock

por Lirian Coelho
Publicado em 20/03/2017 às 13:28
Atualizado às 13:35

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

A convivência em família pode não ser uma tarefa fácil, especialmente quando a sogra está envolvida. Mas, o que fazer para driblar os problemas? A psicoterapeuta Miriam Barros de Lima passa as orientações paralidar com a sogra e viver em paz no seu lar.

Close de mulher mais velha de cabelos curtos e brancos, ao fundo mulher asiática de óculos e cabelos castanhos, feição séria, lidar com sogra

O relacionamento entre nora e sogra nem sempre são fáceis | Foto: Shutterstock

O respeito ao espaço do outro é fundamental para se viver bem em família. Cada pessoa deve ter a sua individualidade garantida. Não se pode exigir que todos pensem igual, cada um é único. Sabendo disso, você conseguirá lidar com a sogra de uma maneira mais compreensiva.

O relacionamento com a família do parceiro pode ser fonte de muitos problemas para o marido e para a mulher. A interferência dos pais na relação do casal não deve ser bem-vinda, a menos que os dois concordem.

Se há muitos conflitos entre um dos parceiros e os sogros, o casal deve refletir sobre o espaço que está sendo dado para que outras pessoas entrem na relação. Isso pode ser um sintoma de que marido e mulher ainda não conseguiram formar uma parceria e resolver os seus problemas sozinhos.

Muitas vezes, é o casal que convida os pais para interferir na relação. É o momento de pensar se realmente se casaram ou se ainda estão “casados” com a família de origem.

As brigas entre o casal devem acontecer só entre eles. Brigar na presença dos filhos pode ser perturbador para a criança e gerar ansiedade e culpa. O mesmo deve ser evitado na frente dos sogros.

Por mais que o casal não esteja se dando bem, é importante preservar a imagem do pai e da mãe. Destruir essa imagem é uma péssima escolha para a saúde emocional das crianças. Por isso, peça aos avós da criança para também não fazerem isso.

idosa de cabelos brancos segurando uma criança no colo, lidar com sogra

É preciso criar regras para ter boa convivência na família | Foto: Shutterstock

Cuidado ao falar mal da família do parceiro para os filhos. Isso pode gerar confusão na cabeça das crianças e uma rivalidade que não é construtiva. Além disso, a criança fica dividida e sofre em ter que escolher a quem será leal.

É importante que os pais estabeleçam algumas regras de boa convivência. Cabe a eles definir o que pode e o que não pode acontecer em casa, e não os filhos, tampouco os sogros.

Muitas vezes, os filhos desenvolvem sintomas de ordem física ou psicológica devido a situações muito estressantes. A família deverá procurar ajuda e se unir, independentemente das desavenças com a sogra.

Admitir que estão com problemas e que precisam de ajuda é o primeiro passo para que aconteça alguma transformação. Isso pode ser um grande exemplo para os filhos.

Quando o clima não está bom, nem sempre desistir da relação é o melhor caminho, especialmente se o motivo das brigas pessoas de fora, como os sogros, por exemplo. Se há sentimentos verdadeiros e vontade de ficar junto, as crises podem ser excelentes oportunidades de tornar a relação melhor.

Consultoria: Miriam Barros de Lima, psicoterapeuta.

LEIA TAMBÉM

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

Ao assinar nossa newsletter, você concorda com os termos de uso do site.