Saiba escolher o colchão e o travesseiro ideais para sua coluna

Segundo ortopedista, informações como peso, altura e o jeito de dormir de cada pessoa contam na hora de escolher os itens!

O travesseiro deve ser escolhido levando em consideração até mesmo a posição que se dorme.
O travesseiro deve ser escolhido levando em consideração até mesmo a posição que se dorme. FOTO Reprodução

O ser humano passa praticamente um terço de sua vida deitado. E uma boa noite de sono é fundamental para garantir uma vida saudável e um dia produtivo. Logo, saber como escolher o colchão e o travesseiro ideais para sua coluna é muito importante, refletindo diretamente na qualidade das atividades do dia a dia.

De olho no colchão

Ele deve ser o mais confortável possível: pode ser de mola, com uma vida útil de aproximadamente 8 anos; ou de espuma, com uma validade menor, algo em torno de 4 a 5 anos. No momento em que ele começa a ter deformidade fixas, perdendo sua forma original, é um sinal de que talvez esteja na hora de providenciar sua troca.

Segundo o ortopedista e professor da Faculdade de Medicina Santa Marcelina, Luiz Cláudio Lacerda, na hora de adquirir esse item alguns dados são necessários. “No momento da compra é preciso escolher primeiro o tipo de sua preferência: de espuma ou de molas. Em seguida, optar pela densidade desejada (no caso de colchões de espuma), que muda conforme o  peso e altura do indivíduo. O colchão ideal é aquele que oferece uma boa sustentação, acompanhando a curvatura natural da coluna e suportando todas as zonas do corpo, sem afundar muito, mas deixando você o mais confortável possível”, explica o especialista.

Saber escolher o colchão e o travesseiro ideais para sua coluna garante qualidade de vida.

Saber escolher o colchão e o travesseiro ideais para sua coluna garante qualidade de vida. FOTO Reprodução

E o travesseiro?

Da mesma forma, o uso de travesseiros também é fundamental na condução de um sono equilibrado. “A vida média desse item é de dois anos. A altura depende de como a pessoa dorme. Por exemplo, se normalmente repousa de costas, um travesseiro baixo é mais indicado. Porém, se dorme de lado, um mais alto faz-se necessário para manter a cabeça reta com o restante do corpo, evitando deformidades da coluna cervical”, finaliza o ortopedista.

Na maioria das vezes, orientações simples resolvem o problema, entretanto, se o indivíduo já tem doenças estabelecidas ou relacionados com a coluna, uma visita ao especialista pode ser necessária.

Consultoria Luiz Cláudio Lacerda, ortopedista e professor da Faculdade de Medicina Santa Marcelina

 

LEIA TAMBÉM: